POLÍTICA
25/03/2019 09:22 -03 | Atualizado 25/03/2019 09:28 -03

General Santos Cruz critica linguajar chulo e palavrões inconsequentes de Olavo de Carvalho

À Folha de S.Paulo, ministro da Secretaria de Governo considerou o guru de Bolsonaro ‘desequilibrado’.

Montagem/Reuters/Agência Brasil
Olavo de Carvalho tem reclamado da ala militar do governo: "bando de cagão". 

Os ataques de Olavo de Carvalho aos militares do governo do presidente Jair Bolsonaro têm gerado reações. O ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz, disparou contra o guru ideológico à Folha de S.Paulo: “Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”.

O ministro afirmou ainda que nunca se interessou pelas ideias de Olavo.

O guru de Bolsonaro tem criticado a ala militar do governo, em especial o vice-presidente Hamilton Mourão. Nos Estados Unidos, enquanto acompanhava a comitiva brasileira, Olavo afirmou que o vice é um “idiota” e que o presidente não leva os impasses com a imprensa para a Justiça porque “aquele bando de milico que o cerca é tudo um bando de cagão, que tem medo da mídia”.

Nos EUA, Bolsonaro enalteceu Olavo. Disse que ele é um de seus grandes inspiradores e que em grande parte deve a ele “a revolução que estamos vivendo”. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também afirmou que Olavo é líder da revolução.

Mourão tem reagido. Questionado por empresários sobre quanto tempo o Brasil levaria para ser o país da ordem e do progresso, ele respondeu: “Tem um cidadão que mora lá nos Estados Unidos, o Olavo de Carvalho, todo dia ele me xinga. O Olavo de Carvalho acho que é astrólogo, viu, tenho que passar para ele essa bola de cristal”.