ENTRETENIMENTO
01/07/2019 10:43 -03

'É assustador ser muçulmano hoje', diz ator de 'Star Wars' que foi barrado em aeroporto

Riz Ahmed, de "Rogue One - Uma História Star Wars", conta que perdeu convenção de fãs nos EUA apenas por ser muçulmano.

Divulgação
O ator britânico Riz Ahmed como Bodhi Rook, no filme Rogue One - Uma História Star Wars (2016).

Convidado em um evento sobre liderança com diversidade na cidade de Ojai, na Califórnia (EUA), o ator inglês de origem paquistanesa Riz Ahmed, de filmes como Rogue One - Uma História Star Wars e O Abutre falou sobre as dificuldades que sofre por ser muçulmano.

Logo depois de depoimentos de Michael B. Jordan e Jamie Foxx, outros atores que participaram da mesma mesa, Ahmed contou que não conseguiu comparecer a uma convenção de fãs de Star Wars em que era um dos convidados porque agentes do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos o barraram e ele foi impedido de entrar em seu voo. Segundo ele, simplesmente por ser muçulmano.

De acordo com o Hollywood Reporter, em sua vez de falar, Ahmed - que nasceu em Londres (Inglaterra) - desabafou: “Estou basicamente aqui para pedir a ajuda de vocês, porque é realmente assustador ser muçulmano hoje, super assustador.”

“Todos nós sabemos como mudar a maneira como falamos, como nos vestimos, como caminhamos ao entrarmos em uma sala ou outra. Todos sabemos como navegar em um terreno que não é o nosso, mas eu não quero mais ter de ser alguém que não sou para manter um código”, concluiu o ator,  que se disse preocupado pela ameaça, que para ele é real, de que o presidente americano Donald Trump reviva o registro de imigrantes muçulmanos que tentou implantar no início de sua administração, em 2017.