NOTÍCIAS
19/03/2020 12:17 -03 | Atualizado 19/03/2020 14:50 -03

Rio de Janeiro tem duas mortes por covid-19

Estado de São Paulo registrou 4 outros óbitos.

A Secretaria de Saúde e a prefeitura de Miguel Pereira, no sul fluminense, confirmou na manhã desta quinta-feira (19), a primeira morte causada pela covid-19 no estado do Rio e Janeiro. A vítima é uma mulher de 63 anos e fazia parte do grupo de risco das pessoas infectadas pelo novo coronavírus

Na terça-feira, a prefeitura da cidade havia divulgou pelas redes sociais o óbito. A paciente trabalhava na capital do estado e esteve em contato direto com sua empregadora, que chegou da Itália e testou positivo o vírus. Diabética e hipertensa, ela foi internada no Hospital Municipal Luiz Gonzaga já em quadro grave.

“Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo”, afirmou o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC).

No início da tarde, foi confirma uma segunda morte causada pela doença no estado, em Niterói. De acordo com a Secretaria de Saúde do Rio, o idoso, de 69 anos, também era parte do grupo de risco. Ele apresentou os primeiros sintomas, como febre, tosse e mialgia, em 11 de março e teve contato com um caso confirmado que viajou para o exterior.

O paciente morreu no Hospital Icaraí, em Niterói. A viúva está internada na mesma unidade de saúde, com quadro estável.

O exame para confirmação da causa do óbito foi feito pelo Laboratório Central Noel Nutels. Nesta manhã, o prefeito da cidade, Rodrigo Neves, já havia informado que a morte de um idoso de 69 anos na cidade foi por coronavírus.

Até quarta, outras 4 mortes estavam confirmadas no estado de São Paulo. As três vítimas mais recentes são homens, com idades de 65, 81 e 85 anos. Todos foram atendidos em hospital privado da capital, mas o nome do estabelecimento não foi revelado. O paciente de 81 anos é morador de Jundiaí e os demais da capital.

O primeiro óbito em São Paulo, e também no Brasil, foi confirmado na véspera terça-feira (17), um homem de 62 anos, com doenças crônicas. São Paulo já registrou 240 casos confirmados no Estado, sendo 214 na capital. Além disso, há outros 5.334 suspeitos.

Apesar da alta capacidade de disseminação do novo coronavírus, em cerca de 80% dos casos de contaminação, os sintomas aparecem de forma leve. Menos de 5% dos casos evoluem para um quadro grave. A principal preocupação é com idosos e pessoas com doenças crônicas. Em infectados com menos de 50 anos, a taxa de mortalidade é de menos de 1%.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost