Carnaval em Brasília: Os restaurantes para antes e depois dos bloquinhos

HuffPost selecionou endereços que ficam próximos a blocos de rua da capital federal.

Capital da arquitetura em formas curvas e sede do Poder Público, Brasília amargou, durante antes, a má fama de “cidade fria”. Em parte, devido às notícias negativas relacionadas à política. A metrópole, entretanto, respira cor e cultura.

Uma prova recente foi a renovação sentida durante o período do carnaval. Se, outrora, era uma época de êxodo em massa para outras capitais, hoje é tempo de festejo pelas entrequadras, parques e até shopping centers. Este ano, a estimativa da Secretaria de Cultura é atrair 1,6 milhão de foliões nos quatro cantos do “quadradinho”.

Um conselho é sempre válido: não caia na folia sem antes se alimentar corretamente. Outra dica é fundamental: não volte para a casa com o estômago vazio. O HuffPost Brasil selecionou restaurantes que ficam próximos ao principais blocos da capital (confira abaixo) e participam da Restaurant Week Brasília. Em alguns casos, dá para ir a pé de um “rolê” para o outro.

Capital da festa

Millennial, a publicitária Weyni Odunaiyá já nasceu sem acreditar no antigo tabu de que BsB não pula carnaval. Desde a infância, a jovem curte a folia em bloquinhos como o Galinho e o Carnapati. Agora, já adulta, investe em eventos como o Carnaval no Parque e locais como o Setor Comercial Sul, que vira, durante o período, o Setor Carnavalesco Sul.

“O carnaval de Brasília tem se tornado mais diverso e atraído artistas e grandes nomes da música, que antes só se apresentavam em estados como Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro”, defende.

“No carnaval, podemos ver a beleza e criatividade do nosso povo em sua expressão máxima, sem moralismo. Nos tempos atuais, curtir o carnaval é resistir”, emenda o diretor de imagem Tarcísio Boquady, com presença garantida no tal setor festivo, montado em pleno “coração” do Plano Piloto.

O Setor Comercial Sul, vale lembrar, foi revitalizado há poucos anos. Chegou a ser reduto de drogas e prostituição mas, aos poucos, ganha novos ares graças a eventos e iniciativas culturais.

Outro local que ferve durante a época multicolorida é o Parque da Cidade, palco para blocos como o Baratinha, voltado ao público infantil. O encontro, nesse caso, se encerra por volta das 12h. Bem em tempo do almoço.

Se tem dúvidas sobre como aliar “farra” e boa mesa, eis a contribuição do HuffPost Brasil!

Roteiro

Receita francesa brilha no cardápio do 360 Cozinha Contemporânea.
Receita francesa brilha no cardápio do 360 Cozinha Contemporânea.

Babydoll de Nylon

Um dos mais aguardados da capital, o bloco sai no sábado, 2, a partir das 13h. A concentração será na área externa do Estádio Nacional Mané Garrincha. A “agremiação” é conhecida por tocar músicas atuais mescladas a clássicos do cancioneiro nacional - de Anitta a Evidências.

A quem for, boa pedida e que foge do trânsito, devido ao acesso por uma via ainda pouco utilizada, é o Noroeste, onde fica o 360 Cozinha Contemporânea (CLNW 10/11, Bloco C, lojas 6, 7 e 8).

No menu, compensa experimentar o beef bourguignon com purê de batata. A carne cozida lentamente ao molho de vinho é servida no almoço, a R$ 43,90, em menu em três etapas (entrada + prato principal + sobremesa).

Massa artesanal com ragu de ossobuco do Limoncello.
Massa artesanal com ragu de ossobuco do Limoncello.

Baratinha e Baratona
Os blocos criados para o público infantil (na parte da manhã) e adulto (no restante do dia) sai às ruas nos dias 3 e 5 de março, das 12h às 21h, no Parquinho Ana Lídia, dentro do Parque da Cidade. O som vai de clássicas marchinhas do período a músicas atuais, como pop brasileiro.

A algumas quadras dali fica o Limoncello (402 Sul, Bloco A, loja 33), que tem um dos cardápios mais interessantes da Restaurant Week. O papardelle com ragu de ossobuco é composto por massa em ponto perfeito e carne deliciosamente temperada. No almoço, por R$ 55. Mais tarde, tem prato veggie: tortelli de abóbora com fonduta de gorgonzola. O menu de jantar custa R$ 68, com entrada, prato principal e sobremesa.

CarnaJazz

Novidade no carnaval brasiliense, o CarnaJazz sai dia 3 (das 15h às 22h) e é o primeiro bloco de rua do Buraco do Jazz, evento semanal que promove artistas do gênero, de Nina Simone a Miles Davis. A folia acontece no mesmo local dos encontros tradicionais que ocorrem ao longo do ano: o estacionamento 5 do Parque da Cidade.

A cinco minutos dali está o San Lorenzo Bistrô (AOS 4 e 5, Bloco D, loja 9), um dos restaurantes mais tradicionais do Sudoeste. O clássico francês steak au poivre (medalhão de filé-mignon ao molho de pimenta verde com risoto quatro queijos) é escolha certa para quem precisa de energia para aproveitar o evento.

Costelinha suína do Pinguim: comodidade e proximidade com bloquinho infantil. 
Costelinha suína do Pinguim: comodidade e proximidade com bloquinho infantil. 

Meu primeiro frevinho

O nome é autoexplicativo. Músicas infantis e ritmos tradicionais permeiam a trilha sonora do bloco infantil que acontece no ParkShopping no dia 3, entre as 14h e às 21h.

Enquanto os pequenos curtem (mini foliões de até 12 anos ganham abadá e confete), os adultos podem experimentar o menu das casas do Espaço Gourmet que integram a RW (Le Vin, Barbacoa, La Tambouille e Pinguim). No Pinguim, durante o jantar (R$ 54,90), uma das alternativas sugeridas é a costelinha suína assada em molho de chopp e ervas. Ela vem à mesa com farofa e batata rústica.

Camarão e muçarela de búfala em risoto do Rio Bistrô e Lounge.
Camarão e muçarela de búfala em risoto do Rio Bistrô e Lounge.

Raparigueiros

Se é da turma do axé, esse é seu lugar. Um dos mais conhecidos - e lotados - blocos brasilienses atravessa o Eixão Sul no dia 5, das 17h à 0h. No meio do caminho, fica o Rio Bistrô e Lounge (404 Sul, Bloco A, loja 27). No jantar (R$ 54, 90), faz salivar o risoto de camarão com tomate seco e muçarela de búfala. Precisa de um dose de glicemia, caso o álcool tenha sido consumido além do previsto? Vá de creme de chocolate belga coberto com marshmallow maçaricado e farofa de biscoito de chocolate.

Batata a vontade e carne no ponto são as premissas de famoso restaurante em Brasília.
Batata a vontade e carne no ponto são as premissas de famoso restaurante em Brasília.

Setor Carnavalesco Sul

Uma das programações mais intensas do carnaval brasiliense é a do Setor Comercial Sul, que se autointitulou Setor Carnavalesco Sul durante a folia do Rei Momo. A programação vai de sexta-feira, 1, até o dia 6 de março. Em determinados dias, como no sábado, mais de três blocos se revezam entre diferentes pontos do centro de Brasília.

Aproveite o pique e desça até a 402 Sul, onde fica o L’Entrecôte de Paris. No almoço (R$ 55) ou no jantar (R$ 68) o prato principal é o mesmo: o filé de costela (também conhecido como bife ancho) guarnecido por um molho secreto e batatas fritas à vontade.

Serviço
Restaurant Week Brasília 2019
De 8 de fevereiro a 3 de março
Menu em três etapas a R$ 43,90 (almoço) e R$ 54,90 (jantar). No menu Plus, R$ 55 (almoço) e R$ 68 (jantar). Ao valor final da conta pode ser somada a doação de R$ 1, revertido à ONG Amigos da Vida
Confira cardápios e todas as casas participantes neste link.