COMPORTAMENTO
28/09/2019 06:00 -03

O que fazer se você não sente mais atração por seu parceiro

A perda de atração é comum nos relacionamentos mais longos. Veja como trazer a paixão de volta ao relacionamento antes que seja tarde demais.

Mixmike via Getty Images
Terapeutas revelam as causas mais comuns da perda de atração física, emocional ou sexual em um casamento ou relacionamento.

Quando seu relacionamento começou, você provavelmente sentia uma atração quase que magnética por seu companheiro(a). As conversas eram estimulantes, aquelas maniazinhas ou excentricidades faziam você achá-lo ainda mais lindo  e vocês dois viviam grudados.

Mas imaginar que esses sentimentos conseguem sobreviver ano após ano não passa de uma ilusão.

“É comum que a atração entre os dois parceiros vá se perdendo nos relacionamentos mais longos”, explicou ao HuffPost a terapeuta sexual Nazanin Moali, de Los Angeles.

“Tendemos a achar que como tivemos uma atração intensa por nosso parceiro um dia, essa atração vai se conservar para sempre, sem precisarmos fazer qualquer esforço.”

A seguir, terapeutas explicam por que ocorre a perda de atração, o que fazer quando isso acontece e como saber se ainda é possível recuperar aquela emoção do início do relacionamento. 

Por que as pessoas vão sentindo menos atração por seu companheiro(a) ao longo do tempo

Moyo Studio via Getty Images
A perda de atração em um relacionamento de longo prazo pode acontecer por diversas razões. Pedimos a terapeutas que revelassem algumas das causas mais comuns.

Vocês ficaram entediados um com o outro. 

Estabilidade e segurança são componentes importantes de um relacionamento sadio de longo prazo, mas quando vocês dois começam a se sentir muito confortáveis e acomodados um com o outro, a relação pode passar a ser vista como previsível e desgastada.

“Nós, seres humanos, somos predispostos a gostar de novidades e sentir falta disso”, explicou Moali. “Quando a familiaridade com o parceiro é excessiva, isso pode prejudicar a atração que sentimos pela pessoa.”

Há algum ressentimento não resolvido.

Quer sejam motivados por dinheiro, infidelidade, sexo, decisões em relação à educação dos filhos, dramas familiares ou a divisão desigual das tarefas de casa, os conflitos no relacionamento podem gerar ressentimentos se não forem trabalhados e resolvidos de maneira justa e respeitosa.

“Conflitos não resolvidos provocam raiva ou distanciamento em relação a seu parceiro, e isso se traduz em uma perda de atração”, comentou a psicóloga Samantha Rodman, de North Bethesda, Maryland.

Vocês deixaram de interagir como parceiros românticos.

Quando as duas pessoas são muito ocupadas, é muito fácil entrarem em um clima de cobrança de realização de tarefas e muito difícil saírem dele. Raramente fazem uma pausa para alimentar o romantismo no relacionamento.

Em lugar de se beijar e colocar os papos em dia quando voltam do trabalho, o casal se ocupa em dividir a lista de tarefas da família: preparar o jantar, ajudar os filhos com a lição de casa, levar o cachorro para passear, limpar a cozinha, levar as crianças à cama etc etc. Lavar, enxaguar, repetir. 

Achamos que como tivemos atração intensa por nosso parceiro um dia, essa atração vai se conservar para sempre, sem precisarmos fazer qualquer esforço.Nazanin Moali, terapeuta sexual

“Sem tomar consciência do fato, as pessoas podem se apegar aos papéis específicos que exercem diariamente – como pai ou mãe, chefe, cuidador etc. – e passarem a comunicar-se com seu companheiro ainda dentro desse papel”, explicou Moali. “No longo prazo, isso pode mudar a imagem que o parceiro tem de nós e reduzir a atração que ele sente.” 

Vocês deixaram de se cuidar como faziam no passado.

Quando as duas pessoas do casal têm uma vida muito ocupada (e quem não tem?), pode ser difícil encontrar tempo para cada um cuidar de si mesmo.

O esforço que você fazia no passado para ficar bonito e se sentir bem vira uma preocupação secundária; isso pode afetar o modo que você mesmo se encara e como seu companheiro te enxerga.

Cuidar de si mesmo não é uma questão meramente estética: envolve cuidar da saúde, sentir autoconfiança, melhorar seu estado de ânimo e ter energia para sair de casa e curtir a vida.

“Muitos podem enxergar isso como vaidade, mas devemos a nós mesmos e a nossos companheiros estarmos bem. Isso inclui ter uma alimentação saudável, dormir bem, fazer exercício físico e cuidar da nossa saúde mental”, comentou Kathy Hardie-Williams, terapeuta conjugal e familiar de Portland, Oregon.

O que fazer se você não sente mais atração por seu parceiro

PeopleImages via Getty Images
Uma terapia de casal pode ajudar vocês dois a recolocar seu relacionamento nos eixos. 

Se você notou que sua atração por seu parceiro vem diminuindo, isso não significa automaticamente que a relação esteja fadada a acabar. Pedimos a nossos especialistas alguns conselhos sobre como lidar com esse problema.

Comece por se colocar algumas perguntas para ter clareza sobre quando e por que você começou a sentir menos atração por seu parceiro. 

Moali recomenda que você comece se fazendo as seguintes perguntas, que podem te ajudar a determinar a origem do problema e te apontarão soluções possíveis:

A perda de atração foi gradual ou repentina?

O que aconteceu antes de você notar a mudança?

O que você fez até agora para tentar resolver o problema, e qual foi o resultado?

Considere que a mudança talvez não tenha muito a ver com seu companheiro.

Antes de apontar para culpados, pare para pensar se você pode ter contribuído para a perda de atração. Talvez haja alguma coisa da qual você não gosta em você mesmo e que esteja transferindo para seu companheiro. Ou talvez você não ande se esforçando tanto quanto fazia no início do relacionamento, e isso, por sua vez, esteja afetando o comportamento de seu companheiro.

“Se, por exemplo, você no passado era mais gentil e paciente com o outro e agora não tem tanta paciência e o trata com rispidez, isso deve estar afetando o modo como ele lhe trata”, disse Rodman. “Isso leva o outro a agir com menos romantismo ou a não se preocupar tanto em lhe causar boa impressão.”

Para Moali, outro fator a levar em conta é que problemas graves na vida – como a perda de uma pessoa amada, um problema de saúde ou demissões no trabalho – “podem provocar sentimentos de luto e dor que, se não forem trabalhados, podem acabar sendo voltados equivocadamente contra seu parceiro”.

Priorize o tempo que vocês passam como casal, mesmo quando estiver cheio de outras coisas a fazer.

Se você nem se lembra da última vez em que vocês dois saíram juntos e você se arrumou para sair para um restaurante, dançar em um show, ir ao cinema ou fazer qualquer outra coisa divertida juntos, não surpreende que a “chama de paixão” tenha se apagado.

“O mais comum que vejo nos casais que perdem a atração um pelo outro é que eles ou ficam muito acomodados ou muito estressados, e por essa razão deixam de dar tanta importância para o aspecto de casal de seu relacionamento”, disse Hardie-Williams. “Não deixe de reservar noites para vocês dois saírem juntos.”

Simplesmente reservar algum tempo para curtirem juntos em casa – ficando de mãos dadas, se abraçando no sofá ou tendo conversas profundas – já pode fazer maravilhas pelo relacionamento.

“Reservem tempo para a intimidade”, recomendou Hardie-Williams. “Tirem um tempo todos os dias para conversar um com o outro, sem distrações. Estejam presentes. Prestem atenção um ao outro. Conheçam a linguagem do amor um do outro e comuniquem-se através dela.” 

Experimentem fazer coisas novas juntos.

Moali comentou: “Pesquisas indicam que os relacionamentos muitas vezes se beneficiam quando as duas pessoas do casal adotam um hobby novo, visitam lugares novos ou introduzem novidades em sua vida sexual. Ver seu companheiro em um novo contexto pode ajudar a reacender a atração.”

Se você decidir falar à sua cara-metade sobre a perda de atração, faça-o com sensibilidade.

“Geralmente aconselho as pessoas a refletirem primeiro se passar essa informação ao seu parceiro vai levar a alguma mudança positiva”, disse Moali. Se você achar que vai, aborde o assunto de modo gentil, com muito tato, nunca usando tom acusador ou crítico.

Como uma conversa desse tipo pode ser carregada de emoção, concentre-se em falar com o outro sobre o que mudou no relacionamento e deixe claro a ele que o que você quer é reacender a chama da atração entre vocês, aconselhou a psicóloga e terapeuta sexual Shannon Chavez, de Los Angeles. 

Marque uma consulta com um terapeuta de casais, mais cedo e não mais tarde.

Dada a natureza delicada dessas conversas, pode ser útil recorrer à ajuda de um terapeuta. E você não precisam esperar até estarem à beira de uma separação para começarem uma terapia de casal. Na realidade, quando antes o fizerem, melhor. 

Como saber se será possível ressignificar a atração

valentinrussanov via Getty Images
É possível recuperar a paixão no relacionamento, desde que as duas pessoas tenham o mesmo objetivo.  

Geralmente é possível reacender a atração no relacionamento.

Mas para isso é preciso que as duas pessoas participem do esforço, que sejam sinceras e se disponham a trabalhar quaisquer problemas subjacentes possam existir, antes que seja tarde demais.

Outro fator importante a considerar: será que houve uma atração mútua entre vocês dois para começar? Se não, é mais difícil desenvolver esses sentimentos mais para frente, disse Chavez.

“Já vi casos em que não houve atração desde o começo; o relacionamento começou por outros motivos, como a busca de segurança, o apego ou a solidão”, explicou Chavez.

“Quando essas necessidades mudam, uma pessoa pode deixar de sentir qualquer desejo pela outra ou mesmo qualquer ligação com ela.” 

Uma coisa é uma redução normal da atração entre as duas pessoas, e outra é um sentimento de repulsa ou aversão completa por seu companheiro.Samantha Rodman, psicóloga

Alguma flutuação nos níveis de atração entre vocês dois é normal, mas uma mudança repentina e drástica é mais preocupante.

“Uma coisa é uma redução normal da atração entre as duas pessoas, e outra é um sentimento de repulsa ou aversão completa por seu companheiro”, disse Rodman. “Esse segundo problema indica que há algo de muito errado no relacionamento como um todo.”

Se já faz tempo que você deixou de sentir atração por seu companheiro, apesar de vocês terem feito esforços para recuperar a atração, é possível que o relacionamento tenha simplesmente chegado a seu fim natural.

“As pessoas crescem e evoluem constantemente em um relacionamento”, explicou Chavez. “Às vezes acontece que elas se distanciem, ou que aquilo que atraía você na outra pessoa mudou ao longo do tempo. É importante conversar com alguém sobre essas mudanças para que você possa tomar uma decisão informada sobre o relacionamento.”

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.