ENTRETENIMENTO
03/07/2019 07:00 -03

Ranking do Homem-Aranha: Todos os filmes do super-herói, do pior para o melhor

Imbróglio entre Sony e Marvel gerou muitas versões do mesmo personagem na telona nos últimos 17 anos.

Divulgação/Montagem
Tobey Maguire, Andrew Garfield ou Tom Holland? Quem é o melhor Homem-Aranha?

Com a estreia de Homem-Aranha: Longe de Casa nesta quinta-feira (4) e a volta da eterna discussão de quem encarna a melhor versão cinematográfica do super-herói criado por Stan Lee e Steve Ditko, em 1962, resolvemos fazer um ranking definitivo — do pior para o melhor — dos filmes estrelados pelo aracnídeo mais querido dos quadrinhos. 

Mas antes de entrar nessa discussão, é bom explicar algumas coisinhas.

Para quem não está muito familiarizado com o imbróglio entre Sony e Marvel, a saga do Homem-Aranha no cinema é bem confusa. 

Tudo começou em 1985, quando a Sony Pictures adquiriu os direitos sobre o personagem no cinema, bem antes dos filmes de super-heróis começarem a ficar mais populares na telona, já nos anos 2000. 

Aliás, foi exatamente no primeiro ano do novo milênio que a sorte dos super-heróis no cinema começou a mudar. Nesse ano foi lançado o primeiro filme dos X-Men, da rival Fox, que foi um grande sucesso de bilheteria. 

Pronta para capitalizar esse sucesso, a Sony contratou o diretor Sam Raimi — um cineasta mais familiarizado com filmes de terror, mas que já tinha se aventurado no gênero dos super-heróis com Darkman - Vingança Sem Rosto (1990) — para liderar essa empreitada com Tobey Maguire como Peter Parker/Homem-Aranha.

Depois do fim melancólico da trilogia de Raimi, em 2007, o estúdio deixou o personagem um pouco de lado até resolver dar uma rejuvenescida na franquia, em 2012. Porém, ao invés de continuar o que já tinha começado, resolveu voltar tudo à estaca zero, fazendo um reboot dirigido por Mark Webb (500 Dias com Ela) e estrelado por Andrew Garfield.

O primeiro filme não foi tão mal, mas o segundo, de 2014, foi tão malhado pela crítica e pelo próprio público que a Sony resolveu rever seus conceitos e em fevereiro de 2015 anunciou um acordo com o Marvel Studios para compartilhar os direitos cinematográficos do personagem, que finalmente iria ser inserido no Universo Cinematográfico Marvel (o MCU), que àquela altura já estava mais do que consolidado com o estrondoso sucesso de suas produções.

Pronto. Explica tudo isso, vamos ao nosso ranking dos filmes do Homem-Aranha:

8 - O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro (2014)

Divulgação
De que adiantava ter o Homem-Aranha fracassando nas bilheterias enquanto tantos outros personagens da Marvel bombavam nos filmes do MCU?

O segundo filme da fase Andrew Garfield vestindo o uniforme do Cabeça de Teia é tão ruim, mas tão ruim, que a Sony resolveu dar o braço a torcer e dividir os direitos cinematográficos do personagem com a Marvel Studios. De que adiantava ter o Homem-Aranha fracassando nas bilheterias enquanto tantos outros personagens da Marvel bombavam nos filmes do MCU? Sem um objetivo claro do que fazer com o super-herói, que teve sua história de origem contada mais uma vez, bons atores já não eram suficientes para garantir um bom produto. Ainda mais depois da [ALERTA DE SPOILER] morte de Gwen Stacy (Emma Stone).

7 - Homem-Aranha 3 (2007)

Divulgação
Emo Aranha!

O sucesso de Homem-Aranha 2 subiu à cabeça do estúdio. Até Sam Raimi parecia irreconhecível nessa terceira aventura do personagem no cinema. Tudo que antes era sensível e humano passou a ser exagerado e fora de propósito. O fato de possuir vilões demais em uma trama confusa atrapalhou bastante, mas o último prego do caixão da fase de Raimi foi mesmo a versão emo de Peter Parker. Aquilo já tinha passado do limite. 

6 - O Espetacular Homem-Aranha (2012)

Divulgação
Garfield foi um Homem-Aranha OK.

Um reboot de uma história que já foi contada no cinema é subestimar muito os fãs. Mas esse filme provou que uma história bem amarrada com bons atores pode salvar um projeto fadado ao fracasso. Não há nenhuma novidade a não ser a substituição de Mary Jane por Gwen Stacy, outro interesse romântico de Peter Parker nos quadrinhos, e Emma Stone se sai muito bem no papel. Porém, O Espetacular Homem-Aranha é apenas OK, e não é isso que esperamos do nosso querido Amigo da Vizinhança.

5 - Homem-Aranha: Longe de Casa (2019)

Divulgação
A busca pela verdade é tema desse filme.

Já consolidado como parte importante do MCU, o Homem-Aranha volta a ganhar um filme solo com o desafio de retornar à leveza do anterior De Volta ao Lar logo depois do pesado Vingadores: Ultimato. [ALERTA DE SPOILER] O fantasma de Tony Stark está sempre presente e dá um tom mais carregado à aventura, que tenta ficar mais leve exagerando nas piadinhas sem propósito. A surpresa do vilão que começa fingindo ser um aliado só cola para quem nunca viu nada sobre o Homem-Aranha e o filme poderia ter uma meia hora a menos, mas, no final, diverte e traz uma nova dimensão ao mundo muitas vezes maniqueísta dos super-heróis: a discussão sobre do que é verdadeiro ou falso em nossa sociedade hoje. É a hora dos super-heróis combaterem um vilão complicado — as fake news.

4 - Homem-Aranha: De Volta ao Lar  (2017)

Divulgação
Homem-Aranha mais adolescente convenceu.

OK, um segundo reboot do personagem na frente de O Espetacular Homem-Aranha? Parece que o bom senso nem sempre prevalece. Mesmo contando mais uma vez a história de Peter Parker se transformando no Homem-Aranha, o primeiro filme solo do super-herói no MCU traz muitas novidades. O tom mais adolescente (e descontraído) da história, o importante papel de Tony Stark (Robert Downey Jr.) na trama e um vilão complexo e bem construído deu ao filme a personalidade que faltava à franquia desde Homem-Aranha 2.

3 - Homem-Aranha (2002)

Divulgação
“Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.”

Muito se fala dos filmes de origem de super-heróis, mas em em 2002 tudo ainda era mato em se tratando do gênero no cinema. A fórmula que já virou carne de vaca há mais de uma década foi consolidada aqui. Quem não conhecia os dilemas do jovem Peter Parker ao se tornar o Homem-Aranha por meio dos quadrinhos e animações, passou a conhecer. Tanto que foi a partir desse filme que uma frase virou um ícone da cultura pop: “Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.” A frase foi dita pelo Tio Ben a Peter logo na primeira história do herói aracnídeo nos quadrinhos, em 1962, mas que ficou popular mesmo depois de ser dita no cinema.

2 - Homem-Aranha no Aranhaverso (2018)

Divulgação
Animação do super-herói cativou e faturou Oscar!

Mesmo não tendo uma ligação direta com a trajetória do super-heróis aracnídeo na telona, Homem-Aranha no Aranhaverso - Oscar de Melhor Animação de 2018 - foi um inesperado sopro de inovação que deu mais fôlego à franquia. O desenho trouxe para o cinema o conceito do multiverso, que ficou popular nos quadrinhos, de uma forma simples e empolgante, além de trazer a diversidade que os novos tempos tanto pedem para a série. E tudo isso embalado em um visual que remete às HQs onde tudo começou. O filme já é até considerado um dos melhores do gênero de super-heróis já feitos até hoje.

1 - Homem-Aranha 2 (2004)

Divulgação
Segundo filme com Tobey Maguire é o melhor na nossa opinião.

Mesmo sendo feito há 15 anos, Homem-Aranha 2 ainda é a melhor representação do Cabeça de Teia no cinema. O filme consegue balancear de forma magistral as questões humanas de Peter Parker com seu papel de super-herói, dando profundidade a um gênero que ainda sofria com o preconceito por se originar de uma arte “menor”. Tudo aqui funciona muito bem. Desde o excelente roteiro de Michael Chabon (um escritor de renome), passando pela direção inspirada de Sam Raimi, até ótimas atuações de Tobey Maguire, Kirsten Dunst e, principalmente Alfred Molina, que faz o melhor vilão da franquia no cinema, Otto Octavius, o Dr Octopus.