ENTRETENIMENTO
31/07/2019 15:58 -03

Ranking Harry Potter: Todos os 8 filmes estrelados pelo bruxinho, do pior para o melhor

O aniversário é de Harry Potter, mas quem festeja somos nós, trouxas.

Divulgação
O ator Daniel Radcliffe viveu o papel de Harry Potter nos cinemas dos 12 aos 22 anos.

Você sabia que Harry Potter é quase um quarentão? Sim, o bruxinho mais querido da literatura (e do cinema) completa nesta quarta (31) 39 anos. Mesma data de nascimento de sua criadora, a escritora escocesa J.K. Rowling, que está fazendo 54.

E, para comemorar a data, resolvemos fazer um ranking com os 8 filmes estrelados pelo bruxinho entre 2001 e 2011.

Vivido nas telas pelo ator inglês Daniel Radcliffe dos 12 aos 22 anos, Harry Potter se transformou em um verdadeiro fenômeno da cultura pop, estrelando livros, filmes, games, parques temáticos e gerando uma infinidade de produtos com sua marca, de varinhas mágicas a papel higiênico.

A franquia cinematográfica do bruxinho ainda faz tanto sucesso que gerou um spin-off, a série Animais Fantásticos, que já está em seu segundo filme. 

Para o nosso ranking classificamos apenas as produções estreladas por Harry Potter, deixando de fora Animais Fantásticos e Onde Habitam (2016) e Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (2018).

Veja aqui:

8 - Harry Potter e a Câmara Secreta (2002)

Divulgação

Longo e preocupado demais em levar cada detalhe do livro para a tela, A Câmara Secreta dá um bem-vindo tom mais sombrio à segunda aparição de Harry Potter na telona. Mas, como esperado, perdeu o fator encantamento de A Pedra Filosofal. E Dobby é muito chato! 

7 - Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 1 (2010)

Divulgação

O objetivo de dividir o episódio final da saga de Harry Potter foi uma decisão puramente comercial da Warner, já que o estúdio lucrou bem mais do que lucraria se tivesse feito apenas um filme. Porém, a divisão ficou muito desigual. Tudo que a história tinha de mais interessante foi colocado na Parte 2. À Parte 1 restou muita enrolação e poucos bons momentos.

6 - Harry Potter e a Ordem da Fênix (2007)

Divulgação

O mais “adulto” dos capítulos de Harry Potter no cinema marcou a estreia de David Yates (o último diretor a assumir a série) e a única vez em que o roteiro não é assinado por Steve Kloves. Essas mudanças influenciaram muito a obra, que ganhou um clima excessivamente sombrio, sem o equilíbrio entre o dark e o encantamento, que é uma marca registrada das histórias do bruxinho. 

5. Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001)

Divulgação

Muita gente critica a estilo excessivamente didático do diretor Chris Columbus (Esqueceram de Mim e Uma Babá Quase Perfeita), mas a escolha da Warner foi certeira. Pelo menos para iniciar a franquia. Columbus, roteirista de clássicos dos anos 1980 como Gremlins e Os Goonies, sabe como contar bem uma história com o tom que a primeira aventura de Harry Potter pedia. A primeira vez que vimos Harry e Hogwarts a gente nunca esquece. 

4. Harry Potter e o Cálice de Fogo (2005)

Divulgação

Ah, a adolescência... Harry, Hermione e Ron cresceram! O filme marca a passagem do trio para o mundo adulto, mostrando que o universo da magia vai muito além de Hogwarts. Outro destaque desse capítulo é uma participação bem maior de Voldemort, que começa a aparecer com uma ameaça real. E, convenhamos, o Torneio Tribuxo é muito legal!

3. Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 (2011)

Divulgação

Finalmente! O momento que esperávamos há 10 anos, a tão aguardada luta entre Harry e Voldemort chegou. Pena que esse último episódio da saga do bruxinho, mesmo que muito bom e cheio de momentos emocionantes, terminou ficando corrido demais. Tudo culpa da Warner, que resolveu dividir a última aventura de Harry e seus amigos em duas partes. Mas a batalha final valeu a espera.

2. Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009)

Divulgação

Em seu segundo filme na franquia, David Yates acertou o tom, nivelou melhor os momentos sombrios e de encantamento. Enigma do Príncipe traz algumas das sequências mais engraçadas e assustadoras da saga. Tanto que o filme é marcado por duas questões bem distintas: os interesses românticos do trio Harry, Ron e Hermione e a morte de Dumbledore.

1 - Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (2004)

Divulgação

O Prisioneiro de Azkaban foi essencial para o sucesso da saga de Harry Potter no cinema. O filme marca uma mudança de tom inevitável na franquia, já que o trio de atores principais estava crescendo, e a escolha de Alfonso Cuaron (vencedor de duas estatuetas do Oscar de Melhor Direção) como diretor foi acertadíssima. O mexicano colocou toda a sua técnica a serviço da história, a primeira a estabelecer a fórmula que mistura, na mesma medida, a inocência e os perigos do mundo da magia.