NOTÍCIAS
17/04/2020 13:38 -03

Quarentena em São Paulo é esticada até 10 de maio, em nova prorrogação de Doria

Quantidade de casos no estado continua a crescer e há baixa adesão da população ao isolamento, segundo monitoramento do governo.

Roosevelt Cassio / Reuters
Doria: "Não brigamos com a ciência, respeitamos a ciência. E a orientação foi prorrogar a quarentena".

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira (17) a prorrogação da quarentena no estado até o dia 10 de maio, com a finalidade de conter a pandemia de coronavírus. De acordo com o governador, a prorrogação foi amparada pelo Grupo de Contingência da covid-19. “São eles que orientam todas as decisões. Não brigamos com a ciência, respeitamos a ciência. E a orientação foi prorrogar a quarentena”, disse. O comitê médico, formado por 15 integrantes, dá suporte as decisões tomadas pelo governo.

“Há um mês, aqui em São Paulo, tínhamos a primeira morte. Hoje já são 853 mortes. Infelizmente, os casos estão em expansão”, justificou o governador. “Para reabrir o comércio e os serviços precisamos ter o sistema de saúde também em condições de atendimento para salvar vidas. Aqui não tomamos medidas irresponsáveis, precipitadas ou baseadas no achismo ou ideologia”, acrescentou.

Além do crescente número de casos da doença no estado, há baixa adesão da população ao isolamento. Sistema de monitoramento do estado mostrou que na quinta (16), o índice de isolamento foi de 49%. O ideal para conter a disseminação do vírus, de acordo com o governo do estado, é manter em torno de 70%.

Coordenador do Centro de Contingência, o médico David Uip ressaltou que o grupo tem estudado todos os cenários diariamente. “O vírus é invisível. As pessoas tem a falsa impressão que ele não acontece na sua cidade. E não é assim que funciona. Nós não estamos inventando nada, nós estamos tendo a oportunidade de aprender com quem nos antecedeu na pandemia”, disse.

Ele afirmou ainda que fico surpreso que as pessoas não consigam entender o que já aconteceu. “Olha o que aconteceu na Itália. Nós estamos tendo a oportunidade de nos antecipar. Não tem novidade, está acontecendo uma curva de ascensão menor e isso é graças as medidas que foram tomadas precocemente”, disse.

Essa é a segunda vez que a quarentena é prorrogada em SP desde que começou em 24 de março. Primeiro teve validade até 7 de abril, depois foi esticada para o dia 22 e agora prorrogada novamente. A medida determina o fechamento do comércio e mantém abertos apenas os serviços essenciais, como mercados, farmácias, petshops, e área de segurança.