NOTÍCIAS
04/03/2019 10:08 -03 | Atualizado 04/03/2019 12:21 -03

Vocalista do Prodigy, Keith Flint morre aos 49 na Inglaterra

"Um verdadeiro pioneiro, inovador e lenda", afirmou a banda. Colega confirma suicídio.

Simone Joyner via Getty Images
Keith Flint foi um dos fundadores do Prodigy nos anos 90.

O líder e vocalista do Prodigy, Keith Flint, morreu aos 49 anos na Inglaterra. A polícia britânica confirmou ao HuffPost UK que um homem foi encontrado morto dentro de casa em Dunmow, Essex, no sudeste da Inglaterra.

“A morte não está sendo tratada como suspeita”, informou o porta-voz da polícia de Essex.

O Prodigy divulgou uma nota oficial para lamentar a partida de seu líder:

″É com o mais profundo choque e tristeza que nós podemos confirmar a morte do nosso irmão e melhor amigo, Keith Flint.

Um verdadeiro pioneiro, inovador e lenda. Sentiremos saudades eternas.

Nós agradecemos por respeitar a privacidade de todas as pessoas relacionadas a Flint neste momento.”

Um dos integrantes da banda, Liam Howlett informou pelo Instagram que a causa da morte é suicídio. “Eu não posso acreditar que estou dizendo isso, mas nosso irmão Keith tirou a própria vida no fim de semana”, escreveu no perfil oficial do Prodigy.

“Estou em estado de choque, muito bravo, confuso e com coração partido.”

Prodigy na vanguarda do eletrônico

O Prodigy é considerada uma referência na música eletrônica pelas experimentações feitas ao longo dos anos 90. Era uma das bandas mais associadas às raves europeias no final do século passado.

Flint foi um dos membros fundadores e começou como dançarino do grupo.

Sua performance nos vocais de Breathe, de 1997, é uma das mais marcantes para os fãs de eletrônico da época.

Outros hits da banda são Smack my bitch up e Firestarter.

Ao longo dos anos, o Prodigy foi indicado a 7 Brit Awards, o maior prêmio da música britânica. Ganhou Melhor Música Dance duas vezes: em 1997 e 1998.

Simone Joyner via Getty Images
Keith Flint foi descrito como "pioneiro" e "inovador" pelos colegas de banda.