27/02/2019 17:32 -03 | Atualizado 27/02/2019 17:32 -03

5 pratos sem carne capazes de conquistar até quem não é vegetariano

Mais frequentes, receitas vegetarianas aparecem na esmagadora maioria dos estabelecimentos que participam da Restaurant Week.

Vegetarianos, veganos, flexitarianos. Independente da corrente ideológica e alimentar adotada, um fato é realidade: muitas pessoas têm deixado de consumir carne vermelha e alimentos de origem animal. Se não por completo, ao menos em parte do que era habitual. Não à toa, praticamente todos os estabelecimentos que participam da Restaurant Week em 2019 se encaixam dentro desse padrão.

“Uma dos fatores que trabalhamos nos menus é a adoção de pratos veganos e vegetarianos˜, explica Arian Carneiro, curador dos cardápios escolhidos para o evento que incentiva uma democratização da gastronomia. E ela alcança não apenas o preço (entre R$ 43,90 e R$ 68, valor para as três etapas). Democratizar é, também, pensar em todos os tipos de paladares e escolhas à mesa.

Para muitas pessoas, a redução do consumo vai além de uma mera escolha gourmet. Foi uma decisão em prol da saúde.

“Virei vegetariana porque tinha crises de gastrite com muita frequência. Diminui a carne aos poucos e percebi grandes melhoras. Aí, vi que não sentia falta alguma. Hoje, eu vivo muito melhor”, conta a fotógrafa brasiliense Luara Baggi. 

“Além de defender a integridade dos animais, vou contra a indústria. As condições são desumanas; os maus tratos, surreais e desleais; as indústrias do leite e da carne, as mais cruéis”, emenda.

Excessos

Deixar a carne de lado pode ser, ainda, um ato político. No Brasil, cerca de 140 calorias diárias de carne são ingeridas por pessoa. A quantidade coloca o país no topo. É o maior mercado que se alimenta dessa proteína.  

Os números assustam ambientalistas. Para centros de estudo como o Instituto de Recursos Mundiais (WRI), o ideal seria comer carne apenas uma vez por semana - em questão que apontaram como existencial para o ser humano.

Os empreendimentos estão de olho no que, com cada vez mais frequência, passa de “nicho” a parte fundamental do mercado de alimentação. Em solo tupiniquim, de acordo com informações recentes do IBOPE, cerca de 14% da população é vegetariana, algo em torno de 30 milhões de pessoas. A maior média está nos centros urbanos, onde 16% das pessoas extinguiram de vez chorizo, ancho e picanha do prato.

Curiosamente, até mesmo casas como o Brace e LaaP Costumes Argentinos, especializados  em cortes nobres, têm um prato fixo na RW sem a proteína. Entre as sobremesas do LaaP, há até uma mousse vegana.

″É um público que sente falta de opções para além de batatinhas e saladas. Dá para explorar bastante esse cenário. Temos empanadas, hambúrgueres e, agora, prato e sobremesa. É engraçado, mas já recebemos clientes ativistas em nosso restaurante. Cada um no seu espaço e com seus conceitos.  É possível conviver”, explica o chef e proprietário do LaaP, Gonzalo Gomez.

O HuffPost Brasil selecionou receitas que até quem come carne vai querer experimentar.

Divulgação

Toro

O espaçoso restaurante na 104 Sul se adequou a esse público com cardápio flexível. Ele começa com uma colorida seleção de folhas de rúcula roxa e crespa complementados por manga, beterraba e cenoura raladas, pepino e rabanete laminados, tomate em canoa, hortelã e, para finalizar, molho de mostarda e mel. Logo depois, a sugestão veggie é o risoto ao funghi, cogumelo de sabor bem pronunciado. Na sequência, faz bonito um clássico tupiniquim: sorvete de queijo e goiabada.

Divulgação
Divulgação

Due Trattoria e Bruschetteria

O espaço de ambiente intimista entra na Restaurant Week no período noturno e com menu a R$ 54,90. Boa pedida é dar start na refeição com a bruschetta de tapenade (uma espécie de pastinha) de azeitona com berinjela, além de tomate em cubos. O protagonista da refeição é o risoto de gorgonzola com amêndoas. Ao final, vale provar o creme de chocolate meio amargo com farinha de biscoito de chocolate e castanhas.

Divulgação

Caminito Parrilla

Mais uma casa de carnes que bolou estratégias para fisgar o público vegetariano. No jantar (R$ 68), o banquete começa com salada de abobrinha com raspas de limão siciliano, hortelã, amêndoas e ricota ralada; e prossegue com risoto de tomate com legumes tostados. Ao final, pasta frola (massa folhada típica da Argentina) com sorvete de leite encerra a degustação.

Divulgação

Vila Madalena Pizzaria

Inspirada no bairro homônimo de São Paulo, a Vila Madalena Pizzaria surge como novata na Restaurant Week e, para se apresentar ao público, montou um menu completo sem carne vermelha, disponível no jantar por R$ 54,90. Ele começa com saladinha de rúcula, tomate cereja, muçarela de búfala e pesto de rúcula e manjericão. Logo após, a opção veggie é a pizza ao molho de pomodoro pelati com muçarela, berinjela  agridoce, parmesão, abobrinha e orégano. A alternativa doce é a pizza brotinho de queijo coalho, que pode vir na companhia de rapadura ou de goiabada. 

Divulgação
Divulgação

LaaP Cocina Argentina

Tanto no almoço (R$ 43,90) quanto no jantar (R$ 54,90), uma das sugestões é o espaguete de abobrinha ao molho pomodoro com abóbora japonesa assada. Depois, o cliente pode provar a mousse vegana de abacate com cacau finalizada com nozes ou o vasinho de hortelã, que consiste em mousse de chocolate branco coberta com farofinha de biscoito Oreo.

Onde comer

Caminito Parrilla (SIG, Quadra 8, Lote 2375, Sudoeste; 61 3028-1090), aberto de segunda a quinta, das 12h às 15h, e das 18h às 23h; sexta e sábado, das 12h à 0h; e domingo, das 12h às 22h.

Due Trattoria e Bruschetteria (209 Norte, Bl. D, loja 59; 3532-1018), aberto de terça a sexta, das 18h às 23h; sábado, das 12h às 16h, e das 18h às 23h; e domingo, das 12h às 16h.

Laap Cocina Argentina (Rua 13/14 Norte, Shopping Vitrinni, loja 183, Águas Claras; 61 3546-2744), aberto de segunda a quarta, das 17h às 23h; e quinta a domingo, das 12h às 23h.   

Vila Madalena Pizzaria (413 Norte, Bl. C, loja 17; 3053-0033), aberto de domingo a quinta, das 18h às 0h; e sexta e sábado, das 18h às 0h30.

Toro (104 Sul, Bl. C, loja 29), aberto de segunda a quarta, das 12h às 15h, e das 19h às 22h30; quinta a sábado, das 12h às 16h, e das 19h à 0h; e domingo, das 12h às 17h.

Serviço  
Restaurant Week Brasília 2019
De 8 de fevereiro a 3 de março
Menu em três etapas a R$ 43,90 (almoço) e R$ 54,90 (jantar). No menu Plus, R$ 55 (almoço) e R$ 68 (jantar). Ao valor final da conta pode ser somada a doação de R$ 1, revertido à ONG Amigos da Vida
Confira cardápios e todas as casas participantes neste link.