Em meio à pandemia, busca pelo termo 'positividade' aumentou 64% no Pinterest

Relatório da rede social sobre Geração Z e millennials também revela maior interesse por saúde mental e alimentação consciente no último ano.

No ano em que vivemos medo, insegurança e muita ansiedade por causa da pandemia do novo coronavírus, os usuários do Pinterest estão interessados no oposto de tudo isso. É o que mostra um relatório divulgado pela rede social nesta semana.

De acordo com os dados, os usuários estão mais interessados em conteúdos que os ajudem a manter um controle do seu bem-estar emocional.

Para se ter uma ideia, a busca pelo termo positividade cresceu 64% na rede, entre os usuários em geral. Quando o foco é a geração Z, que abrange pessoas de 18 a 24 anos, a rede social mostra o crescimento do interesse por muita criatividade, como 84% mais buscas por comida ASMR (que, quando comemos, emitimos sons que trazem “relaxamento cerebral”) e 56 vezes mais buscas por ideias de ensaio fotográfico.

Também houve um aumento pelo termo alimentação consciente, que subiu 44%, e por check-up da saúde mental, um termo que aumentou 5 vezes entre julho de 2019 e julho de 2020.

Quando o assunto são os millennials, pessoas com idade entre 25 e 44 anos, a busca foi maior por elementos ligados à saúde das crianças. Este dado mostra que os pais e mães desta geração estão de olho nas redes sociais para se inspirar na criação de seus filhos. E, além disso, este foi o ano em que as escolas estiveram fechadas a maior parte do tempo, também por causa da pandemia.

Pesquisas como terapia ocupacional para crianças e parentalidade consciente cresceram duas vezes no período. Já atividades de saúde mental para crianças foi uma busca que subiu mais de três vezes entre os usuários do Pinterest.

Chama atenção para o aumento das buscas rotina de exercícios físicos para crianças e poses de ioga que imitam animais para crianças, que cresceram, respectivamente, 88% e 56%.

Algumas dessas buscas positivas te representa? Qual destas coisas você fez aí na sua casa?




Ouça o podcast Tamo Junto sobre saúde mental e o setembro amarelo: