COMIDA
24/03/2019 01:00 -03

Por que mulheres sentem uma fome incontrolável na TPM

Afinal, é normal sentir mais fome (ou vontade de comer) no período pré-menstrual?

Os dias que antecedem a menstruação são acompanhados de alguns desconfortos e mudanças de humor típicas da conhecida “TPM” (tensão pré-menstrual). Alguns dos sintomas mais comuns deste período são o inchaço, pele mais oleosa, dores no corpo, mudanças de humor e, para muitas mulheres, uma fome descomunal.

Algumas sentem uma vontade incontrolável por devorar doces, outras, por salgados ― e um grupo ainda quer comer tudo junto e misturado.

Mas, afinal, é normal sentir mais fome (ou vontade de comer) quando estamos na TPM?

Segundo especialistas, sim. “Com certeza, há grandes evidências de que mulheres sentem mais fome e vontade por doces, principalmente chocolate, durante o período pré-menstrual”, disse a médica Clare Ballingall ao HuffPost Austrália. 

Alguns estudos sugerem que as mudanças nos níveis dos hormônios estrogênio e progesterona causam uma compulsão por alimentos ricos em carboidratos e açúcares durante o período pré-menstrual. Isso explicaria porque algumas mulheres simplesmente não resistem a uma barra de chocolate ou cesta de pães fresquinhos. 

stock_colors via Getty Images

“Nós sabemos que as mudanças hormonais ocorrem: o estrogênio e a progesterona sobem e depois caem um pouco antes da menstruação, e essa é uma das respostas pelo aumento do apetite”, explicou Ballingall. 

Além disso, existe uma sensação de “compensação” e alívio de outros sintomas comuns da TPM. Como o açúcar ajuda na fabricação da serotonina (neurotransmissor que atua no humor) e da dopamina, há também uma procura por estes alimentos para se sentir melhor.

O problema é que o consumo exagerado de açúcar pode causar o efeito inverso. Há estudos que apontam que o açúcar pode contribuir para a ansiedade e depressão. Isso acontece porque o consumo de carboidratos simples (como massas e doces) causa picos e quedas repentinos no nível de açúcar, causando uma sensação de fadiga e irritabilidade.

Então, quando come um donut, por exemplo, você tem um “choque de insulina”, ou seja, aumenta o nível de açúcar no sangue e depois cai repentinamente. Isso pode alterar o humor e aumentar a irritabilidade, além de te deixar mais ansiosa e contribuir para um “ciclo vicioso”, no qual você come mais e mais doces em busca de prazer. 

A alimentação exagerada e compulsiva nestes períodos também pode indicar transtorno disfórico pré-menstrual, que é uma forma grave de síndrome pré-menstrual e pode causar mudanças extremas de humor e sensibilidade e inchaço no corpo. Por isso, é recomendado procurar um especialista caso o período pré-menstrual esteja afetando sua vida de forma negativa. 

 

Alimentos que ajudam a aliviar a TPM

autumnhoverter via Getty Images

Alguns alimentos podem aliviar alguns sintomas da TPM. Um grupo deles inclui peixes como sardinha e salmão, que são ricos em vitamina D, que ajuda na absorção do cálcio e ajuda a diminuir sintomas da cólica. 

As sementes e nozes também são indicadas por terem gorduras “boas”, como  ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados. Eles possuem propriedades anti-inflamatórias que aliviam a dor. 

Outros alimentos recomendados são verduras, folhas verdes e frutas, que são ricas em vitaminas e minerais e chás de camomila, hibisco e gengibre, que ajudam a aliviar dores pré-menstruais e inchaço. 

″É aconselhável manter uma alimentação balanceada durante todo o mês para que a ingestão desses alimentos surta efeito no organismo”, orientou a nutricionista Luna Azevedo ao HuffPost Brasil. “Além da alimentação, é recomendada a prática de atividade física, técnicas de relaxamento e repouso se os sintomas forem agudos.”