MULHERES
03/02/2020 20:01 -03 | Atualizado 03/02/2020 20:40 -03

Petrix Barbosa, do BBB 20, é intimado a depor após ser acusado de assédio sexual

Caso não seja eliminado no paredão desta terça-feira (4), ginasta acusado de três tentativas de assédio, terá de sair para prestar depoimento até a próxima sexta.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro intimou, nesta segunda-feira (3), o ginasta Petrix Barbosa, 27, participante do Big Brother Brasil 20. O jovem, acusado de três tentativas de assédio sexual, terá que prestar depoimento na Deam (Delegacia Especial de Atendimento à Mulher). Notícia foi divulgada inicialmente pelo blogueiro Hugo Gloss e confirmada pelo HuffPost Brasil.

De acordo com a intimação, assinada pela delegada Juliana Emerique, Petrix deve prestar, até sexta-feira (7), esclarecimentos sobre as imagens veiculadas no programa em que teria assediado sexualmente as participantes Bianca Andrade, conhecida como “Boca Rosa” e Flayslane.

“A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá entregou a intimação ao jurídico da TV Globo nesta segunda-feira (3). O depoimento está marcado para a sexta-feira (7)”, informa a Polícia Civil.

A polícia destaca que, caso Petrix seja eliminado do programa no paredão desta terça-feira (4), ainda terá que comparecer à delegacia na data estipulada para prestar depoimento. Caso continue na casa, será levado até o local.

Reprodução/TV Globo
Após estralar as costas de Bianca, Petrix toca nos seios da jovem durante festa no último sábado (25), dentro do "BBB 20".

Desde o início da edição de 2020 do Big Brother Brasil, o ginasta Petrix Barbosa, 27, vem causando mal-estar e desconforto, em especial, às mulheres que participam do reality show ― e também às que assistem ao programa.

A hashtag #PetrixExpulso chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter e se referia, inicialmente, a uma única cena protagonizada pelo ginasta durante a primeira festa do programa. Ele tocou e chacoalhou os seios de Bianca Boca Rosa, que estava alcoolizada.

Após repercussão do caso nas redes sociais - que, além de acusar o ginasta, pedia um posicionamento da TV Globo sobre - o programa abordou o tema. A Globo mostrou a cena da festa novamente e o apresentador Thiago Leifert afirmou que Bianca foi chamada até o confessionário para esclarecimentos.

Reprodução/TVGlobo
Petrix Barbosa em cena em que esfrega suas genitais enquanto Flayslane está sentada no chão.

Questionada sobre o a atitude de Petrix, ela disse ter poucas lembranças mas que não se sentiu desconfortável. “Lembro que dancei com o Petrix. Não me causou desconforto, zero. Tenho certeza que a intenção ali foi me animar”. A produção do Big Brother decidiu não punir o participante.

No Twitter, usuários compartilharam o vídeo do momento em que Petrix dança com Bianca e, após estralar as costas dela, a chacoalha colocando as mãos em seus seios. #PetrixExpulso e #PetrixAssediador ficaram entre os assuntos mais comentados da rede social.

Mas, mesmo depois do episódio, ele chegou a esfregar suas partes íntimas na cantora Flayslane Rayane, além de passar a mão nos seios da ex-panicat Mari Gonzalez. Em outro momento, também com Bianca, o rapaz afagou a moça por trás reproduzindo movimentos de um ato sexual.

A Globo afirmou que Petrix foi levado ao confessionário e advertido. O jovem chegou a pedir desculpas por possíveis exageros cometidos contra Bianca e Flayslane, que aceitaram as desculpas e refutaram a ideia de que sofreram assédio sexual.

Petrix é um dos ginastas responsáveis por denunciar o técnico Fernando de Carvalho Lopes, hoje banido do esporte, por abuso sexual, em 2018. “Eu não quero mais que isso aconteça. Em nenhum esporte, em nenhum lugar”, disse o rapaz em reportagem do Fantástico, da TV Globo, exibida naquele ano. À época, 42 ginastas denunciaram o ex-técnico da seleção brasileira.

Além do caso de Petrix, a nova edição do reality tem gerado repercussão nas redes sociais devido a declarações e outros comportamentos dos homens que integram o reality. Em outro episódio envolvendo acusações de assédio sexual, o fisioterapeuta Lucas levantou a toalha de Flayslane e perguntou se ela estava pelada. “Não é da sua conta, Lucas”, respondeu a participante. 

Comportamentos como esses levaram a diretoria de mulheres da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) no Rio de Janeiro a escrever uma carta de repúdio ao tratamento dado às mulheres pelos participantes do reality.

“Estão sendo veiculadas na TV e noticiadas nas redes sociais diversas cenas em que, não só as participantes mulheres são completamente coisificadas e ofendidas, como também sofrem contatos físicos que podem ser interpretados como de cunho sexual”, diz a nota assinada pelas advogadas Marisa Gaudio e Rebeca Servaes.

A entidade ainda afirma que é “extremamente preocupante que comportamentos como esses sejam veiculados em rede nacional de forma naturalizada” pela TV Globo e cobra providências.

O HuffPost Brasil entrou em contato com a assessoria de imprensa da emissora mas não teve resposta até o momento.