LGBT
04/06/2019 13:10 -03 | Atualizado 04/06/2019 13:31 -03

Petra Belas Artes, em SP, promove ciclo de filmes brasileiros inéditos no Mês do Orgulho LGBT

"Sócrates", drama premiado sobre jovem negro, gay e morador da periferia de Santos, é um dos destaques da programação.

HuffPost Brasil
O ator Christian Malheiros em cena de "Sócrates" (2018). 

O Petra Belas Artes (antigo Caixa Belas Artes) celebra o Mês do Orgulho LGBT com uma programação especial. Em parceria com a distribuidora O2, o cinema situado na esquina da Avenida Paulista com a Consolação, no centro de São Paulo, promove um ciclo de exibição de 4 filmes brasileiros com temática LGBT.

Batizada de  Petra Belas Artes da Diversidade, a programação reúne títulos ainda inéditos no circuito nacional e também premiados em importantes festivais internacionais de cinema ao redor do mundo. As sessões serão realizadas todas às quartas-feiras deste mês junho, sempre às 20h.

Informações completas sobre preços e disponibilidade de ingressos estão disponíveis no site oficial. Veja detalhes da programação a seguir:

Sócrates, de Alex Moratto

5 de junho, às 20h

 

Ainda inédito nos cinemas brasileiros, Sócrates conta a história de um jovem negro, gay e morador da periferia de Santos que precisa sobreviver por conta própria após a morte de sua mãe. O filme foi premiado no Independent Spirit Awards 2019, considerado o Oscar do cinema independente. Na 34ª edição da premiação, o diretor Alex Moratto levou o troféu Someone to Watch Award.

 

45 Dias Sem Você, de Rafael Gomes

12 de junho, às 20h

 

O filme narra a história de Rafael, um rapaz que espera 45 dias por um amor que não retorna. Para curar o coração partido, ele decide partir para três destinos diferentes. Em três capítulos, o espectador acompanha o protagonista conviver com três amigos que, por motivos particulares, abandonaram o mundo em que viviam: Júlia na Inglaterra, Fábio em Portugal e Mayara na Argentina. O longa circulou por diversos festivais de cinema LGBT em 2018, incluindo o prestigiado Cinema Diverse: The Palm Springs LGBTQ Film Festival.

 

Copa 181, de Dannon Lacerda

19 de junho, às 20h

 

Taná vive com a esposa Eros em Copacabana, no Rio. Enquanto ele trabalha numa pequena loja de materiais de construção, ela dedica-se à carreira de cantora de ópera. A rotina segue sem grandes novidades até que um espaço - a sauna gay Copa 181 - e os seus garotos de programa e frequentadores afetam a vida do casal. O longa ainda não estreou no circuito nacional. 

 

Intimidade Pública, de Luciana Canton

26 de junho, às 20h

 

Quatro histórias contadas durante as quatro estações do ano: um garoto se descobre gay e precisa lidar com a própria homofobia, uma prostituta tenta viver em um casamento sem abandonar sua profissão, uma professora transexual se envolve com dois alunos e uma mulher se relaciona com alguém que já morreu.

Intimidade Pública conquistou prêmios em 6 festivais de cinema independente e LGBT: Toronto Film Week, Manhattan Independent Film Festival, Dona i Cinema International Film Festival, Queer Hippo International LGBT Film Festival, Manchester Film Festival e Los Angeles Diversity Film Festival.