ENTRETENIMENTO
24/07/2019 14:16 -03 | Atualizado 24/07/2019 15:01 -03

Pedro Cardoso no #Provocações levantou a questão: Seria ele a voz mais sensata da esquerda brasileira?

Sem papas na língua, o ator que ficou mais conhecido como o malandro Agostinho Carrara despertou debates nas redes sociais.

Reprodução/Instagram
"Quem ficou rica com o Agostinho foi a Rede Globo", disse Pedro Cardoso.

A participação de Pedro Cardoso no programa da TV Cultura #Provocações, apresentado por Marcelo Tas, foi um dos assuntos da manhã desta quarta (24).

Mesmo que nada do que ele tenha falado seja surpreendente.

Porém, o atual debate político no Brasil para contrapor declarações totalmente descoladas da realidade do presidente Jair Bolsonaro (PSL) - como a de que ninguém realmente passa fome no País, por exemplo - parece ter impregnado na esquerda.

Das maluquices do ator José de Abreu às gracinhas de Fernando Haddad, questões básicas de discussão da esquerda brasileira entraram em uma ciranda com o discurso de Bolsonaro, colocando a razão para escanteio.

E é aí que entra Pedro Cardoso relembrando princípios básicos da esquerda, fazendo ponderações, mesmo que triviais, sobre o mal do capitalismo, o próprio posicionamento da esquerda brasileira atual, machismo, entre outras questões.

Como esta:

E esta:

Ou ainda:

Mas não é de hoje que o ator famoso por ter interpretado o malandro Agostinho Carrara na série da Rede Globo A Grande Família é conhecido por suas posições firmes.

Como quando se recusou a falar no programa Sem Censura por conta de uma greve de funcionários da TV Brasil, em 2017:

A reação nas redes sociais foi forte e muita gente se mostrou inspirada pelas palavras do ator.

Constatação que deixa uma pergunta no ar: seria Pedro Cardoso a voz mais sensata da esquerda brasileira atualmente?

Veja aqui algumas reações:

Cardoso também foi alvo de críticas e criou um debate sobre as condições do trabalho de ator.  

 

Veja a participação completa de Pedro Cardoso no #Provocações aqui: