PC Siqueira 'Exposed': Precisamos reforçar que suicídio não é motivo de brincadeira

Posts sobre acusação de pedofilia e a saúde mental do influenciador transformaram tudo em um verdadeiro reality show.

Caso você não saiba, em um áudio atribuído ao PC Siqueira divulgado nas redes sociais, um homem afirma ter recebido fotos de uma criança de 6 anos nua.

O vídeo com a troca de mensagens que supostamente envolve o youtuber, postado no Twitter no dia 10 de junho, já conta com mais de 6 milhões de visualizações. Não ficou claro por que os responsáveis pela conta que expuseram o influenciador nas redes sociais fizeram isso em vez de procurar a polícia.

Após o caso vir a público, a Polícia Civil de São Paulo confirmou que está investigando as acusações. Mas, até o momento, ninguém foi apontado como culpado por nada.

Após a divulgação do conteúdo, PC veio a público em suas redes sociais para negar seu envolvimento no caso e afirmou que seu nome está “sendo utilizado por uma articulação criminosa, que tentou me acusar de algo terrível, que jamais cometi ou cometeria. Confesso que fiquei chocado, atordoado e passei por um dos piores momentos da minha vida”.

Os influenciadores Cauê Moura e Rafinha Bastos cancelaram o projeto Ilha de Barbados, que apresentavam com PC no YouTube. Eles disseram que estão perplexos e decepcionados com o ocorrido.

Além do caso que está sob investigação e pode ir para a Justiça, a exposição sobre PC Siqueira trouxe para as redes sociais nesta segunda-feira (15) um debate sobre transtornos de saúde mental e como as pessoas zombam de problemas dessa gravidade.

Na madrugada de domingo para segunda, PC postou em seu Instagram o trecho de uma música do cantor Leonardo Cohen que diz: “you wanted darker we Kill the flame” (Você deseja mais escuridão, nós apagamos a chama). Em seguida, ele transformou sua conta pública em privada. Atualmente, seu perfil tem mais de 930 mil seguidores.

Mensagem enigmática de PC Siqueira.
Mensagem enigmática de PC Siqueira.

No Twitter, uma série de posts deu a entender que PC, que tem histórico de problemas de saúde mental, como depressão e alcoolismo, pode tirar a própria vida.

No vídeo em que publicou sua opinião sobre o caso, Rafinha relembrou que PC já manifestou “instintos suicidas”. “Eu não quero que ele se mate, obviamente”, frisou.

As pessoas brincaram com assunto como se estivessem discutindo algo corriqueiro. Uma pessoa chegou a promover uma enquete para seus seguidores opinarem se PC vai ou não se matar.

Sem a menor sensibilidade sobre o comprometimento de saúde mental de uma pessoa que já lutou contra a depressão.

Algumas publicações, entretanto, sublinharam que suicídio não pode ser encarado como reality show. Estamos falando de algo muito sério, que nunca deveria ser tratado como enquete.

Como lembrou o tuíte abaixo, essa exposição não deixa de lembrar até mesmo a série Black Mirror.

O influenciador já gravou vídeos em seu canal em que os temas da saúde mental, fracasso e suicídio vieram à tona. Inclusive expondo sua fragilidade e problemas relacionados com ansiedade e comportamentos suicidas.

Em 2018, PC inclusive participou de um projeto que abordava a prevenção ao suicídio em parceria com o Facebook.

Vïdeos sobre suicídio do canal Mas Poxa Vida, de PC Siqueira
Vïdeos sobre suicídio do canal Mas Poxa Vida, de PC Siqueira

De acordo com a Organização Mundial da saúde, a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo; são cerca de 800 mil pessoas por ano. E no Brasil incentivar ou induzir uma pessoa ao suicídio é crime com pena de 6 meses a 2 anos de prisão.

Caso você ou alguém que você conheça precise de ajuda, ligue gratuitamente para 188, ou converse por chat ou mande um e-mail pelo site cvv.org.br. Você também pode enviar uma carta para um posto de atendimento, os endereços também estão no site. Também é possível enviar uma carta para o posto de atendimento mais próximo, veja o endereço da sua cidade neste link.