LGBT
12/09/2019 17:57 -03 | Atualizado 12/09/2019 17:57 -03

Paulo Gustavo é criticado por vetar beijo gay em 'Minha Mãe é uma Peça 3'

Filme terá cena tão esperada de casamento gay entre personagens da trilogia, beijo no altar foi vetado por autor.

Reprodução/Instagram/Montagem
Paulo Gustavo (à esq.) que escreveu e atua em "Minha mãe é uma peça", disse que beijo gay entre personagens não era necessário, já que terá o casamento.

Minha Mãe É Uma Peça 3 chegará aos cinemas só em dezembro deste ano, mas já está gerando repercussão. Isso porque o ator Paulo Gustavo, que escreveu e atua no longa, anunciou que cortou beijo gay da cena em que os personagens Juliano (Rodrigo Pandolfo) e Thiago (Lucas Cordeiro) se casam.

Em entrevista ao UOL, Rodrigo Pandolfo, que interpreta Juliano, justificou a opção do escritor, que gerou polêmica nas redes sociais nesta quinta-feira (12). Em 2015, quando se casou com o dermatologista Thales Bretas, Paulo Gustavo também optou por não beijar o noivo no altar. 

“O Paulo optou por não ter o beijo. Entendi depois. Antes, cheguei e questionei: ‘Por que não vai ter?’”, disse Pandolfo ao UOL. “Ele falou: ‘Olha, a gente está fazendo um filme popular. A gente sabe que o Brasil tem questões ainda, infelizmente. O Juliano já vai se casar’. Ele não sentiu a necessidade de colocar o beijo e expor publicamente”, explica o ator.

Reprodução/Instagram/rodrigopandolfo
Cena do casamento entre Juliano e Thiago, publicada no Instagram do ator Rodrigo Pandolfo.

Pandolfo entende e, de certa forma, concorda com a explicação de Paulo Gustavo. “O filme é a maior bilheteria da história do cinema brasileiro. Se você coloca o beijo acontecendo, em uma sociedade que, infelizmente, ainda se assusta, talvez seja agressivo”, pontua ao site. 

“O Paulo usou uma expressão que é: ‘A gente não precisa esfregar nenhuma opinião pessoal na cara do público. A gente já está mostrando um casamento gay. Mais do que isso não precisa’”, disse.

Semana passada, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, ordenou que HQ com beijo gay entre dois personagens fosse recolhida da Bienal do Livro. Em suas redes sociais, Pandolfo se posicionou contra a decisão. “Não imaginei assistir cenas tão absurdas e antiquadas em 2019″, escreveu no Instagram.

Mesmo tendo apoio da equipe do filme, a decisão de Paulo Gustavo de cortar o beijo gay entre os dois personagens causou indignação entre parte do público, que usou as redes sociais para protestar contra a medida adotada pelo autor.

Alguns usaram as redes sociais para explicar porque seria importante que o autor colocasse o beijo gay na cena, além de apontar que a trilogia reforça estereótipos.

Outros também usaram as redes sociais para defender Paulo Gustavo e apontaram que é preciso respeitar a decisão.

Até o momento, Paulo Gustavo não se pronunciou sobre o assunto nas redes sociais. O HuffPost Brasil tentou contato com o ator, mas não obteve resposta.

Galeria de Fotos Beijos em filmes Veja Fotos