ENTRETENIMENTO
20/02/2020 10:24 -03 | Atualizado 20/02/2020 13:28 -03

Refilmagem sul-coreana de comédia brasileira derrota 'Parasita' na bilheteria

"A Candidata Honesta" é um remake de "O Candidato Honesto", comédia estrelada por Leandro Hassum em 2014.

Quem disse que apenas os Estados Unidos produzem refilmagens estranhas? E quem disse que o cinema brasileiro não tem potencial para exportar “talentos”? Uma comédia sul-coreana chamada Jeong-jik-han hu-bo (A Candidata Honesta) liderou as bilheterias de seu país no primeiro final de semana após a histórica vitória de seu conterrâneo Parasita  no Oscar.

O nome do filme parece familiar? Sim, A Candidata Honesta é uma refilmagem de O Candidato Honesto, comédia brasileira estrelada por Leandro Hassum em 2014 e que ganhou uma continuação em 2018.

Divulgação
Pôster do filme sul-coreano "A Candidata Honesta".

Além de Parasita, a refilmagem da comédia brasileira dirigida por Chang You-jeong superou filmes como o também sul-coreano Keul-lo-jet (The Closet), até então o líder da bilheteria do país, e o americano Adoráveis Mulheres, faturando cerca de US$ 6,5 milhões e acumulando um público de mais de 900 mil pessoas em cinco dias de exibição.

Parasita, que foi lançado em maio do ano passado na Coreia do Sul, já vendeu mais de 10 milhões de ingressos no país, mas neste último final de semana ficou apenas com o quarto lugar na bilheteria, seguido por Sonic - O Filme.

Em A Candidata Honesta, a atriz Ra Mi-Ran faz o mesmo papel de Leandro Hassum, de uma política que, depois de receber uma bronca de sua avó no leito de morte, não consegue mais mentir. A versão sul-coreana foi adaptada por roteiristas locais, mas segue a estrutura do roteiro original de Paulo Cursino.

Em 2014, o filme brasileiro dirigido por Roberto Santucci alcançou a marca de 2,3 milhões de ingressos vendidos. “Acho que chegou a hora das nossas comédias serem reconhecidas não só pelo desempenho comercial, mas também pela qualidade das produções. Nos últimos 30 anos formamos roteiristas, produtores, diretores... talentos capazes de disputar a ocupação do nosso mercado interno e também espaço no exterior”, disse Santucci.

“O sucesso na Coreia reforça o que sempre defendi, que é a força de um bom conceito”, afirmou Cursino. “O Candidato Honesto está aí para provar que dá certo. Sempre digo que o nosso cinema pode fazer muito mais do que ganhar menção honrosa em festival”, conclui. 

Veja aqui o trailer [em coreano], de A Candidata Honesta:


E compare com o original brasileiro: