COMIDA
26/09/2019 17:40 -03 | Atualizado 26/09/2019 17:52 -03

Paola prova burger vegetal que 'imita' carne e dá o veredito: 'Uma b*sta ultraprocessada"

“Gorduroso, pastoso, desagradável", desabafou a chef argentina.

Reprodução/Band

A chef argentina e jurada do MasterChef, Paola Carosella, deu sua opinião ― sincerona ― sobre os hambúrgueres veganos que imitam o aroma, textura e sabor de carne bovina. Em suas palavras, a novidade não passa de “uma bosta ultraprocessada oportunista no momento de maior confusão alimentar da história.”

Eita!

A declaração polêmica foi feita em sua conta no Twitter na manhã desta quinta-feira (26). A cozinheira, que também é especialista em cortes de carnes argentinas, disse que decidiu experimentar o hambúrguer por curiosidade e detestou. “Não é hambúrguer, não tem gosto de carne, nem textura de carne, o que é óbvio pois não é carne”, escreveu. “Gorduroso, pastoso, desagradável.”

Ela finaliza seu veredito com uma sugestão: “Se você quer coisas sabor carne, coma carne. Se quer comer plantas, coma plantas com gosto de plantas. E se quer parar ou diminuir o consumo de carne , o universo vegetal é gigantesco. Não se deixe enganar”, continuou.

As declarações, é claro, geraram um longo debate entre seguidores e a chef. Um usuário criticou o ponto de vista da cozinheira, dizendo que mudanças de hábitos alimentares não são fáceis para algumas pessoas e esses produtos facilitariam a transição. “São bem-vindos, pois possibilitarão uma alimentação mais saudável para quem tem mais dificuldade em se adaptar [à dieta vegetariana]”, argumentou. Paola, por sua vez, se limitou a responder: “ultraprocessados não são mais saudáveis.”

Por outro lado, outra usuária ponderou que muita gente que para de comer carne não está pensando apenas na saúde, mas no sofrimento animal. “Vegetarianismo não acontece pelo sabor, pela “fitnesa” da comida ou qualquer outra coisa mas pelos animais. Se um animal teve que ser morto pra você comer, a comida não serve, não é ético consumir afinal, o animal foi explorado e morto”, disse.  

Paola disse que não criticou o veganismo, mas sim a indústria por trás destas “novidades”. “Ultraprocessados sabor carne tem no mercado desde 1960, ou antes. Mudou nada. Alternativa zero. É packing + moda + aproveitar uma sociedade desinformada”, escreveu a cozinheira.