ENTRETENIMENTO
31/08/2020 10:02 -03

Último post de Chadwick Boseman se torna o mais curtido da história do Twitter

Tuíte anunciando morte de ator de "Pantera Negra" supera postagem em que o ex-presidente Barack Obama citava Nelson Mandela.

Um tuíte postado na conta de Chadwick Boseman anunciando a morte do ator é agora o post mais curtido na história do Twitter, superando um post de 2017, do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

“Um tributo digno de um rei”, dizia o Twitter em um anúncio no sábado (29), referindo-se ao papel icônico de Boseman como Rei T’Challa no inovador filme de super-heróis da Marvel Pantera Negra.

O tuíte anunciando a morte de Boseman foi curtido mais de 7,2 milhões de vezes até a noite de domingo (30). 

Boseman, que também interpretou figuras negras pioneiras como o jogador de beisebol Jackie Robinson, o cantor James Brown e o juiz da Suprema Corte Thurgood Marshall, morreu em sua casa em Los Angeles na sexta (28) após uma batalha de quatro anos contra o câncer de cólon, de acordo com o comunicado de sua família.

“Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou em tudo e trouxe a você muitos dos filmes que você tanto ama”, disse o comunicado. “De Marshall: Igualdade e Justiça a Destacamento Blood, Black Bottom, de Ma Rainey de August Wilson e vários outros - todos foram filmados durante e entre inúmeras cirurgias e quimioterapia. Foi a honra de sua carreira dar vida ao Rei T’Challa em Pantera Negra.”

Um tuíte de Obama em 2017, após a série de protestos de organizações de supremacia branca em Charlottesville, Virgínia, foi curtido mais de 4,3 milhões de vezes. Nele, ele citou uma passagem notável da biografia de Nelson Mandela, o primeiro presidente negro da África do Sul.

“Ninguém nasce odiando outra pessoa por causa da cor de sua pele ou de sua origem ou religião...”

Obama e a ex-primeira-dama Michelle Obama estavam entre as milhares de pessoas que homenagearam Boseman no fim de semana. Eles receberam o ator na Casa Branca em 2013, onde ele se reuniu com alunos e discutiu seu papel como Robinson no filme biográfico 42 - A História de uma Lenda.

“Ser jovem, talentoso e negro; usar esse poder para dar-lhes heróis para admirar; fazer tudo isso enquanto sente dor - que uso de seus anos ”, escreveu Barack Obama.

Apenas Chadwick poderia incorporar Jackie Robinson, Thurgood Marshall e T’Challa. Ele também sabia o que significava perseverar. Para invocar a verdadeira força. E ele pertence a eles como um herói - para as crianças negras e para todos os nossos filhos. Não há melhor presente para dar ao nosso mundo.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost