NOTÍCIAS
31/03/2020 21:08 -03 | Atualizado 31/03/2020 21:09 -03

Brasileiros voltam a fazer panelaço contra Bolsonaro em 4º pronunciamento sobre coronavírus

Protesto ocorreu em estados como São Paulo e Rio Grande do Sul, mas não foi o maior dos últimos dias.

Reprodução/Twitter
Jair Bolsonaro é alvo de panelaço em 4º pronunciamento sobre coronavírus nesta terça-feira (31).

Mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro foi alvo de panelaço nesta terça-feira (31), durante seu 4º pronunciamento sobre coronavírus em rede nacional.

A insistência do presidente em advogar pelo isolamento vertical, isto é, o afastamento apenas de idosos, vem sendo criticada por parte expressiva da população, cientistas, Congresso Nacional e até por integrantes do próprio governo.

Entretanto, nesta terça, Bolsonaro não foi enfático em sua defesa contra o isolamento social. Ele disse que é necessário salvar vidas e também a economia do País.

Em São Paulo, houve panelaço em bairros como Pinheiros, Jardins, Vila Mariana, Ipiranga, Vila Madalena e Sumarezinho (assista ao vídeo abaixo). No centro da cidade, manifestantes também soltaram fogos.

Gritos como “Fora Bozo”, “Tortura Nunca Mais”, “Bolsonaro Assassino” e até “Fora PT” foram ouvidos nessas regiões da capital paulista. Entretanto, os relatos são de protestos mais curtos e menos barulho que panelaços anteriores.

Em Brasília, o panelaço ocorreu no Plano Piloto, Sudoeste, Águas Claras e Guará.

Em Porto Alegre (RS), o barulho foi maior nos bairros Menino Deus, Petrópolis e no centro. No Bom Fim, o protesto foi mais contido. Em Vitória (ES), também foram registrados panelaços.