LGBT

HuffPost celebra orgulho LGBTQ+, amor e resistência em 2019

Há cinquenta anos, um grupo de pessoas ― entre jovens e idosos, pobres e ricos, homens e mulheres, negros, brancos e latinos ― levantaram suas vozes nos Estados Unidos para gritar “não, nunca mais!”. Manifestantes bloquearam cruzamentos, acenderam fogueiras e cantaram pelas ruas. Foi uma revolta. A reação imediata foi a invasão do bar Stonewall Inn, em Nova York, pela polícia. Mas o levante que se seguiu abalou a História mundial.

Hoje, vivemos no despertar daquela rebelião. Stonewall ainda é um lugar físico, ainda um bar. É onde as pessoas LGBT ainda se reúnem para celebrar a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos EUA. E foi onde a comunidade se reuniu para lamentar o tiroteio na boate Pulse. Atualmente, é o local seguro para manifestações contra ataques do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, às pessoas LGBT.

Mas Stonewall é mais do que só um bar em Nova York. É um estado de espírito, um sinônimo de resistência para milhares de pessoas que estão na luta - seja na Índia, onde a Suprema Corte recentemente descriminalizou a homossexualidade, ou no Brasil, onde o reforço do conservadorismo representado pela eleição de Jair Bolsonaro ameaça conquistas da população LGBT.

Nesta ocasião, o HuffPost tem o orgulho de contar a história de ativistas e apoiadores que estão provocando mudanças em prol da comunidade LGBT. Estes heróis estão no mundo todo - do Reino Unido à Coreia, ao Canadá e além. Cada um quer transformar o presente. Cada um está quebrando barreiras. Eles têm “Orgulho de Ser”, e o HuffPost tem orgulho de celebrá-los.