O que fazer quando as crianças voltarem às aulas depois do isolamento

Seis dicas práticas para ajudar os pais a deixar o primeiro dia de volta à escola um pouco mais fácil para seus filhos.

Ninguém imaginava que as crianças passariam tanto tempo de 2020 fora da escola.

Mas, agora que nos acostumamos ao isolamento social, às aulas à distância e a nossos filhos passando muito tempo diante de telinhas, o retorno ao ensino formal pode parecer ainda mais assustador. Alguns pais estão preocupados, incertos se seus filhos vão se readaptar facilmente à escola presencial.

A psicóloga infantil Amanda Gummer diz que as crianças são resilientes e se adaptarão rapidamente a novos cenários, desde que saibam quais são as regras. “O simples fato de que ir à escola será diferente não quer dizer que isso terá um efeito de longo prazo sobre as crianças”, Gummer disse ao HuffPost UK.

Mas ela reconhece que, para algumas crianças, a preocupação com a volta às aulas pode afetar seu desempenho, razão porque é importante encontrar maneiras de tranquilizá-las. “As crianças não aprendem quando estão estressadas, ansiosas ou preocupadas”, explica a psicóloga. “Quando a pessoa está estressada, seus níveis de cortisol estão elevados. Ela não consegue aprender.”

“É importante, em primeiro lugar, acostumar as crianças a brincar juntas outra vez, a passar tempo juntas, seja de que modo for, sem muita preocupação com o desempenho acadêmico delas”, diz.

Então como podemos preparar nossos filhos para o novo ano letivo e as mudanças que elas vão notar quando voltarem à escola? Serão coisas como verificações de temperatura, lavagem regular das mãos e ensino dado dentro de “bolhas”, entre outras medidas adotadas por escolas públicas e particulares.

A boa notícia é que há coisas que os pais já podem fazer agora, antes do retorno à escola, que talvez facilitem um pouco aquele primeiro dia de volta às aulas presenciais.

1 - Reintroduza uma rotina

A autora e especialista em maternagem Liat Hughes Joshi diz que uma maneira que os pais podem ajudar a preparar seus filhos para a volta às aulas é com a reintrodução de uma rotina.

“Sempre recomendo que os pais comecem a reintroduzir a rotina antes do final das férias, um pouco antes do retorno”, ela disse ao HuffPost UK. “Com isso, as crianças vão se acostumando a fazer as refeições e ir para a cama em horários mais próximos do que é o normal em tempos de escola. Este ano, porém, isso é mais importante que nunca.”

“Se você deixou as coisas ficarem totalmente descontraídas, eu recomendaria voltar à rotina antiga pelo menos uma semana antes do início da volta para a escola. Faça gradativamente – assim será menos estressante para vocês todos quando as aulas recomeçarem de verdade e o despertador voltar a entrar em ação.”

2 - Falem sobre a escola, com foco em aspectos positivos

Não há como fugir do fato de que a escola será um pouco diferente quando voltarem as aulas, ressaltou Joshi. Com isso em mente, converse com seu filho sobre as mudanças que ele provavelmente vai encontrar, na medida do que você próprio sabe sobre elas. “Se a criança parecer preocupada, enfoque os aspectos positivos – ressalte tudo que ela vai poder fazer, e não apenas o que ela não vai poder fazer no momento”, recomenda.

3 - Ensaie como será a volta às aulas

Gummer diz que você pode reintroduzir a escola na vida de seus filhos de maneira mais sutil, por exemplo usando joguinhos ou perguntando a seu filho coisas relacionadas ao universo dele, como por exemplo: “o que o coelhinho está achando de voltar à escola?”.

“Os brinquedos protegem as crianças na hora de revelar o que estão sentindo, porque podem fazer de conta que estão falando do ‘coelhinho’, não delas mesmas”, explica. “Vocês podem falar de questões reais sem as coisas ficarem emotivas demais.”

4 - Se possível, comece a levar seu filho para brincar com outras crianças

É importante reacostumar seu filho a brincar com outras crianças, diz Gummer. “Uma boa ideia é marcar encontros de seu filho com outro amiguinho, no parque, no quintal de casa ou qualquer lugar onde você ache que é seguro”, aconselha. “Desse modo as crianças vão começar a acostumar-se outra vez à companhia de outras crianças.”

5 - Leia histórias na hora de dormir

“Crianças que não têm lido muito ou estão frequentando aulas à distância em casa talvez precisem ser reapresentadas ao ensino do tipo escolar, com a ajuda de histórias lidas na hora de dormir”, sugere Gummer.

“Quando a história termina, você pode fazer algumas perguntas, para ver se elas entenderam. Outra ideia é fazer um quebra-cabeça, para reforçar a atenção e concentração e ajudar seu filho com esse tipo de aprendizagem quando ele voltar à escola.”

6. Basicamente, deixe que as crianças direcionem a conversa

Gummer explica que as crianças podem sentir ansiedade sobre muitas coisas. É importante dar espaço a elas para terem conversas apropriadas para sua idade. “Explique que é tudo bem fazerem perguntas e que, se elas estiverem nervosas quanto à volta às aulas, isso é normal.”

“Jogue jogos com seus filhos, leia livros para eles e dê a eles muitas oportunidades para verbalizarem qualquer preocupação que tiverem. Saiba que, se você tiver a expectativa de que seu filho estará ansioso, talvez interprete o que ele diz de maneira mais complexa. Por isso mesmo, deixe que a própria criança direcione a conversa”, recomenda.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost UK e traduzido do inglês.