ENTRETENIMENTO
01/10/2019 15:00 -03

'O Irlandês' é o filme do ano, diz crítica internacional

Estrelado por Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci, primeiro filme de Scorsese na Netflix é celebrado após estreia no Festival de NY.

Em um ano repleto de produções incríveis como o brasileiro Bacurau, o americano Coringa e o coreano Parasita, a disputa sobre qual será o grande filme de 2019 ganhou mais um concorrente de peso.

Após sua exibição no Festival de Cinema de Nova York, na última sexta-feira (27), O Irlandês, primeiro filme do diretor Martin Scorsese na Netflix, foi aclamadíssimo pela crítica internacional.

Estrelado pelo trio Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci, o filme soma 92 pontos (de um total de 100) no Metacritic, um popular agregador de críticas na internet. Empatado com Parasita, de Bong Joon-ho, e bem na frente de Bacurau (74) e Coringa (70).  

“Nas primeiras duas horas e meia de suas três horas e meia de duração, O Irlandês é inteligente e divertido, a ponto de você achar que isso é tudo. Mas em sua última meia hora vai se mostrando uma mini-história da América do final do século 20, filtrada pelos olhos de um cara que precisa e quer acreditar em sua própria importância e capacidade de decência - e que não pode ver, embora Scorsese possa, que é o fim de uma vida que diz a verdade sobre o que foi o meio dela”, escreveu a crítica Stephanie Zacharek para a revista Time, que deu 100 pontos para o filme.

Outro veículo que deu nota máxima para O Irlandês foi o respeitado site IndieWire: “O Irlandês é o melhor filme de máfia de Martin Scorsese desde Os bons Companheiros. Um retrato puro e desenfreado que se tornou sua voz no cinema por quase 50 anos. Esqueça que é um pouco longo demais e que a tecnologia ‘antienvelhecimento’ não seja lá tão perfeita; o filme avança em um ritmo tão satisfatório que suas falhas raramente chegam a mais do que suaves lombadas ao longo do caminho”.

O Irlandês é uma saga épica sobre o crime organizado nos Estados Unidos do pós-guerra. A trama é contada sob a perspectiva do veterano da Segunda Guerra Mundial Frank Sheeran (De Niro), um assassino profissional que trabalhou ao lado de algumas das personalidades mais marcantes do século 20.

O filme narra um dos grandes mistérios não resolvidos da história americana – o desaparecimento do lendário líder sindical Jimmy Hoffa (Pacino) – e se transforma em uma jornada pelos corredores do crime organizado e suas associações políticas.

A produção entra no catálogo da Netflix no dia 27 de novembro. Ainda não há informações se o filme será exibido nos cinemas no Brasil.