21/11/2019 18:51 -03 | Atualizado 21/11/2019 18:51 -03

Nutricionista: a segurança alimentar do nosso dia a dia

Profissionais qualificados têm à disposição um amplo campo de atuação

Unsplash
Profissionais qualificados têm à disposição um amplo campo de atuação

A cada dia que passa, o nutricionista ganha mais importância na rotina de milhões de brasileiros. E se engana redondamente quem pensa que este profissional se limita a elaborar cardápios ou planejar dietas em seus consultórios.

Com o conhecimento adquirido na faculdade e a tendência de uma preocupação cada vez maior com a saúde, o especialista na área pode proporcionar à sociedade uma boa alimentação, melhora na qualidade de vida, gestação, infância e velhice saudáveis aumento na disposição e bem-estar.

Além disso, fazem parte das atividades do nutricionista realizar orientações sobre a alimentação ideal e o que pode ser consumido para minimizar problemas de saúde que incomodam muita gente, como colesterol, diabetes, intolerância a glúten e lactose, entre outras dificuldades.

Perfil

O nutricionista precisa ser, antes de tudo, um profissional dinâmico. Afinal, há muitas áreas de atuação, o que amplia o leque de opções a quem recebe o diploma. Pode-se trabalhar com nutrição clínica e hospitalar, saúde coletiva, alimentação escolar, indústria e cadeia produtiva de alimentos.

O nutricionista pode, ainda, atuar na área de nutrição estética, ajudando na evolução de tratamentos, por meio da alimentação. Outra área com potencial para um especialista em Nutrição é a de esportes, seja com os atletas de alto rendimento que ganham a vida com atividades físicas, seja com os praticantes amadores, que rejeitam a ideia de ficar parados por lazer.

A carreira docente e pesquisador também é possível ao nutricionista que se interessa pela produção de novos conhecimentos por meio de investigação científica.

Concorrência

A quem faz planos para entrar na área, é importante saber que o número de nutricionistas tem aumentado nas últimas décadas. De acordo com o Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), em 2009, o Brasil contava com 60.559 nutricionistas registrados. Este ano, a somatória alcançou a marca de 145.819 registrados, segundo o mesmo CFN, ano que se comemora 80 anos de profissão em terras brasileiras

O salário nacional é de R$ 2.558,05, em média, valor que pode variar de acordo com o cargo ocupado, o tipo de empresa onde atua, a experiência e a localização.

Serviço

Um bom curso de Ensino Superior deve não só preparar o aluno para as multitarefas da área, como possuir boa base teórica que permita ao futuro profissional compreender as reações do corpo que muitas vezes desencadeiam distúrbios alimentares ou de saúde.

O Centro Universitário Senac oferece o Bacharelado em Nutrição. Em quatro anos, a pessoa também recebe a orientação necessária para empreender e ser dona do próprio nariz, com noções de gestão a quem sonha em fazer carreira no segmento.

As aulas ocorrem no campus Santo Amaro, em São Paulo. Nele, o Senac conta com o Centro de Atendimento Nutricional. A estrutura é voltada para o atendimento à comunidade do entorno do campus. Nela, os estudantes têm contato com o público e prestam atendimento com orientações dos professores.

De quebra, é possível colocar a mão na massa nos hotéis-escola da instituição no Interior Paulista (nas cidades de Campos do Jordão e Águas de São Pedro). Há, ainda, participações em oficinas técnicas e estágios em empresas parceiras. Sem dúvida, vida universitária é no Centro Universitário Senac.