ENTRETENIMENTO
24/06/2020 16:35 -03

Esposa de Nick Cordero revê o ator com covid-19 desenganado por médicos

Amanda Kloots compartilhou um depoimento emocionante de sua reunião com o astro da Broadway em hospital de Los Angeles.

A esposa do ator Nick Cordero pôde visitá-lo e segurar sua mão pela primeira vez desde que ele foi hospitalizado meses atrás por complicações relacionadas à covid-19.

A personal trainer Amanda Kloots tem mantido os fãs a par do que está acontecendo com a saúde da estrela da Broadway no Instagram, e atualizou seus seguidores com uma foto de mãos dadas com Cordero.

Foi a primeira vez que ela o viu pessoalmente em 79 dias. Muitos hospitais - incluindo o Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles, onde Cordero está sendo tratado - tiveram restrições aos visitantes por conta da pandemia do coronavírus.

Kloots legendou a foto com letra da música de Andy Grammer, Don’t Give Up On Me (não desista de mim).

Eu vou lutar
Eu vou lutar por você
Sempre, com todo o meu coração
Custe o que custar

E eu vou ficar
Eu ficarei com você
Até chegar ao outro lado
Assim como faz quem ama

Vou estender minhas mãos no escuro
Esperando que as suas se entrelacem com as minhas
Eu vou esperar por você
Eu vou esperar por você

Porque eu não estou desistindo
Eu não estou desistindo
Eu não
Mesmo quando estou no meu último suspiro
Mesmo quando eles dizem que não há mais nada
Então não desista

Eu não estou desistindo
Eu não estou desistindo
Eu Não
Mesmo quando ninguém mais acredita
Eu não vou descer tão facilmente
Então não desista de mim

#dia79 letra de @andygrammer “Don’t Give Up On Me”


Cordero, de 41 anos, não tinha problemas de saúde pré-existentes antes de adoecer e ser hospitalizado. Sua esposa disse que o astro de Tiros na Broadway teve sua perna direita amputada por causa de coágulos sanguíneos, perdeu 65 quilos, sofreu choque séptico, teve dois pequenos derrames, precisa fazer hemodiálise diariamente e teve de receber um marca-passo temporário. Ele acordou de um coma induzido há várias semanas.

Desde então, Kloots estava interagindo com ele no FaceTime.

No início deste mês, em suas atualizações no Instagram, Kloots escreveu que “havia sido informada algumas vezes que ele não sobreviveria”.

“Me disseram para dizer adeus. Foi-me dito que seria preciso um milagre. Bem, eu tenho fé. Às vezes, a fé é pequena como uma semente de mostarda, mas isso é tudo que você precisa. Ele ainda está aqui e, apesar de suas chances melhorarem um pouco, ele está um pouco melhor a cada dia”, ela escreveu. “Onde há fé, há esperança. Onde houver esperança, pode haver um milagre! ”

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.