COMPORTAMENTO
07/01/2020 16:02 -03

Gwyneth Paltrow lança série sobre bem-estar e psicodelia na Netflix

Seria incrível, não fosse por um importante detalhe. O "Goop" tem sido alvo de duras críticas por divulgar conteúdo anticientífico um tanto quanto perigoso para a saúde.

Divulgação
Gwyneth Paltrow estreia série sobre bem-estar na Netflix.

Talvez você ainda não saiba, mas além de atriz, cantora e escritora, GwynethPaltrow é uma grande empreendedora.

Há mais de 10 anos, ela lidera a marca de lifestyle Goop e movimenta alguns bilhões de dólares nos Estados Unidos e no mundo com o mercado voltado para produtos e conteúdos de bem-estar.

A audiência do Goop já ultrapassa a casa dos milhares nas redes sociais e, agora, ganha um novo capítulo ao se tornar tema de uma série da Netflix que estreia no final de janeiro

Seria incrível, não fosse por um importante detalhe. O Goop tem sido alvo de duras críticas por divulgar conteúdo anticientífico e endossar modismos de dietas e produtos “naturais” um tanto quanto perigosos e que, no mínimo, negligenciam a saúde física e mental, principalmente das mulheres.

Em 2018, por exemplo, a marca de Paltrow foi alvo de um processo na Califórnia e precisou desembolsar US$ 145 mil dólares em multas, além de reembolsar seus clientes, após ter sido acusada de fazer propaganda enganosa de produtos relacionados ao prazer feminino. 

No site, que mais funciona como uma plataforma de e-commerce de produtos variados (inclusive, Paltrow lançou a sua própria linha de skincare “natural”), “ovos” de pedras de quartzo rosa e jade, que custavam cerca de US$ 66 dólares, eram vendidos como ferramentas para melhorar o sexo, ajudar a regular o ciclo menstrual, prometiam facilitar o orgasmo feminino e auxiliar exercícios para fortalecimento da bexiga.

E esse não é um caso isolado.

Goop também já vendeu essências de flores como remédios para a depressão. Promoveu adesivos que auxiliariam no “equilíbrio” das energias. Pediu que as mulheres usassem suplementos de iodo (mesmo que a maioria delas não tivesse nenhuma deficiência do elemento em seu organismo) e também sugeriu o consumo de leite de cabra para evitar parasitas. Tudo isso em nome da “saúde” - algo que, obviamente, começou a chamar a atenção da comunidade médica americana. 

O trailer da série The Goop Lab é apenas um spoiler do que os espectadores podem esperar, e que deve estar muito em sintonia com o que já é promovido pela marca. 

O clipe, que dura cerca de 1 minuto, explica que a série vai desbravar as “curiosidades” e trazer para a “realidade” alguns dos tópicos mais controversos relacionados ao mundo do wellness.

Entre as ideias apresentadas pelo programa estão temas como a cura “energética” e tratamentos “psicodélicos”. Além de sexo e orgasmos femininos. Uma das personagens, por exemplo, descreve um dos tratamentos como algo equivalente a “anos de terapia em apenas algumas horas”. Parece irresistível?

Mas como muitas das “experiências” divulgadas pelo Goop não são respaldadas pela ciência, a empresa teve que introduzir termos de isenções de responsabilidade em seus artigos e produtos.

No Twitter, alguns usuários aproveitaram a publicação do trailer para opinar sobre a nova série. 

Cara @Netflix, a disseminação de informações errôneas sobre a saúde causa danos reais. Além de promover ideias e produtos não comprovados, contribui para a erosão do pensamento crítico. Nesta era de #fakenews, pls façam melhor! Menos @goop. Mais ciência.

Alguns usuários, inclusive, chegaram a cancelar a assinatura do serviço por se sentirem incomodados com o tipo de conteúdo promovido pelo Goop.

 

 Eu nunca ameacei cancelar/boicotar a Netflix antes, mas estou pensando seriamente nisso. Essa porcaria machuca as pessoas. Não quero apoiar uma empresa que obviamente se preocupa mais com $$$ do que as pessoas que podem se machucar devido ao lixo de luxo da pseudociência de Paltrow.

A impressão que se tem é que a série decidiu investigar todos aqueles tópicos pelos quais a marca havia sido criticada, mais do que suficiente para agitar a discussão entre aqueles que possuem uma visão mais racional em relação ao que deveria significar autocuidado e bem-estar.

No Brasil, os capítulos da série The Goop Lab vão estar disponíveis na plataforma de streaming no mesmo dia da estreia americana, em 24 de janeiro.