COMPORTAMENTO
02/12/2019 07:29 -03 | Atualizado 02/12/2019 07:30 -03

Você deveria mencionar que tem filhos em seu perfil nos apps de relacionamento?

Alguns pais e mães solos temem que compartilhar essa informação em aplicativos de namoro possa prejudicar suas chances de encontrar o amor.

d3sign via Getty Images

Procurar um relacionamento já é difícil. Mas fazer isso quando você é separado ou solteiro com filhos pode complicar as coisas ainda mais.

Para começo de conversa, você está ocupado cuidando de sua família, se esforçando para se sair bem no trabalho e ao mesmo tempo tentando encontrar o amor de sua vida (que precisa ser uma pessoa que goste de crianças). Além disso você está avaliando sua química com essas pessoas e ao mesmo tempo tentando avaliar se seus filhos se darão bem com elas e se elas serão boas mães ou bons pais, caso o romance incipiente crie raízes. Sim, é muita coisa com o que se preocupar.

Por isso mesmo é natural que pais ou mães solteiras fiquem na dúvida sobre como e quando informar aos candidatos interessados que apareceram nos sites que eles têm filhos. Será que mencionam isso em seu perfil no site de relacionamentos, para que potenciais interessados já saibam desde o começo? Ou é melhor primeiro esperar que encontrem algo em comum com um candidato e deixar para compartilhar sobre seus filhos em um encontro posterior?

Pedimos conselhos sobre o assunto a coaches e pais e mães que já estiveram nessa situação. 

É normal hesitar um pouco em dizer que você tem filhos

“Acho que todo o mundo que tem filhos tem o mesmo receio: que os filhos os desqualifiquem para encontrar o relacionamento certo”, comentou a coach de relacionamentos Lily Womble.

Talvez esse medo venha à tona porque alguém rejeitou você no passado depois de saber que você tem filhos. Ou talvez você esteja arisco depois de ouvir muitas histórias de pais ou mães separados que são alvos de ghosting por exatamente esse motivo. Seja como for, saiba que é normal hesitar um pouco. Mas procure não deixar essas experiências negativos te afetarem.

“Seus filhos serão uma das muitas razões que seu possível futuro companheiro vai amá-la”, disse Womble. “E enquanto isso, você pode desqualificar como candidatos a relacionamento as pessoas que não topam encarar alguém com filhos.” 

A franqueza é a melhor política

Se você procura um relacionamento sério, não apenas um casinho ou transa rápida, então ser franco em relação a seus filhos desde o começo é crucial, disse Womble.

Pense em seu perfil de relacionamento como um resumo de sua vida: quanto mais fielmente ele representar sua realidade, melhor, disse a coach de namoro e relacionamentos Meg Rector.

“Do mesmo modo como incentivo os clientes a serem francos nas fotos que postam, eu os incentivo a ser francos sobre sua situação de vida, especialmente se ela inclui filhos”, ela disse.

Afinal, para que você vai querer desperdiçar seu tempo precioso conhecendo alguém, apenas para descobrir mais para a frente que a pessoa não está disposta a se relacionar com alguém que tem filhos?

“Essas pessoas não são pares adequados para você, simplesmente”, disse Womble. “Compartilhar em seu perfil o fato de que você tem filhos vai atrair o tipo certo de pessoa e te poupar a necessidade de bater papo com outras.”

Como mencionar que você tem filhos

VioletaStoimenova via Getty Images

Os sites e aplicativos de namoro têm formatos diferentes, mas se você estiver usando um que tem perguntas predeterminadas, a opção mais fácil é ticar a caixinha indicando que você tem filhos.

Outra possibilidade é incluir uma linha rápida em seu perfil (por exemplo “pai de dois filhos”) e só dar detalhes adicionais quando você já conhece a pessoa um pouco mais.

A escritora e mãe Katie Bingham Smith, que já usou o Match, Bumble e Tinder, disse que a primeira coisa que escreve em seu perfil é “sou mãe de três adolescentes”. Felizmente, os homens que ela conheceu através desses aplicativos foram “maravilhosos” em relação a isso.

“Nunca foi um problema, porque eles já sabiam desde o começo”, ela explicou.

Outra possibilidade é compartilhar a informação de um jeito divertido ou espirituoso, se for esse seu estilo.

“Seu perfil deve indicar o que você procura em um relacionamento e o que lhe dá alegria”, disse Womble. “Diga alguma coisa tipo: ‘Nos fins de semana você vai me encontrar assistindo ao jogo de futebol do meu filho e depois indo tomar um vinho com minhas amigas’, ou ‘o que é importante para mim: meus filhos, passar o máximo de tempo possível ao ar livre e um macarrão com queijo maravilhoso, nessa ordem’.”

Acho que todo o mundo que tem filhos tem o mesmo receio: que os filhos os desqualifiquem para encontrar o relacionamento certo.Lily Womble, coach de relacionamentos e fundadora do Date Brazen

Quando Lara Lillibridge, autora de Mama, Mama, Only Mama: An Irreverent Guide for the Newly Single Parent, começou a usar sites de relacionamentos online, dez anos atrás, tinha um filho que ainda usava fraldas e outro na pré-escola. Era importante para ela que qualquer interessado em conhecê-la soubesse imediatamente por seu perfil que ela era mãe.

“Meus pais se divorciaram quando eu era criança e minha mãe se casou de novo com um homem que queria filhos. Mas meu pai teve várias mulheres, a maioria das quais não queria muito ser madrasta”, disse Lillibridge, hoje noiva de alguém que conheceu online. “Eu nunca quis que meus filhos se sentissem indesejados ou que tivessem que disputar meu tempo com alguém com quem eu estivesse saindo.”

Derick Turner é pai de quatro filhos, blogger e coach de desenvolvimento pessoal. Ele já experimentou várias maneiras de mencionar em seu perfil o fato de ter filhos; geralmente opta por algo como “pai engajado” ou “pai dedicado”. Mas em uma ocasião ele optou por não citar o fato em seu perfil e esperou até a primeira conversa para falar sobre o assunto. Turner disse que isso não lhe pareceu autêntico, porque seus filhos são uma parte tão grande de sua vida.

“Parece que existe uma ideia equivocada de que ser pai ou mãe separado é um fator negativo no mundo dos relacionamentos”, disse Turner. “No meu caso, geralmente encaro isso como sinal de realizações, maturidade, disciplina e organização. Sei como é complicado ser pai, o que dirá pai separado. É preciso ser uma pessoa forte e capaz, com determinação e engajada com algo que é maior do que ela própria. Todas essas são coisas boas.”

Se você não mencionar seus filhos em seu perfil, fale deles para a outra pessoa o quanto antes, por exemplo quando vocês estiverem trocando mensagens no aplicativo ou antes do primeiro encontro.

“Se houver um motivo por que você optou por não revelar essa informação em seu perfil – e motivos para isso não faltam ―, você pode explicar para a pessoa que é seu par potencial”, disse Meg Rector.

Algumas coisinhas para evitar

Tom Werner via Getty Images

Alguns pais optam por compartilhar o fato de terem filhos, incluindo em seu perfil fotos deles próprios com seus filhos. A intenção pode ser boa, mas alguns especialistas enxergam problemas de segurança com isso, já que há a possibilidade de converter as crianças em alvos de predadores.

“Só nos Estados Unidos há milhões de usuários ativos de apps de relacionamentos”, explicou Womble. “Isso significa que suas fotos serão vistas por alguns milhares de pessoas, no mínimo. Por motivos de segurança e privacidade, recomendo que você não inclua o rosto de seus filhos em suas fotos de perfil.”

Se você fizer questão de usar uma foto que inclua seus filhos, considere a possibilidade de cortá-los da foto ou de escolher uma imagem em que eles não estejam de frente para a câmera. Outra possibilidade, disse Womble, é editar a foto, cobrindo o rosto do seu filho com um emoji.

Parece que existe uma ideia equivocada de que ser pai ou mãe separado é um fator negativo no mundo dos relacionamentos.Derick Turner, blogger e pai de quatro filhos

Outra recomendação: não apresente o fato de você ter filhos de modo negativo em seu perfil.

“Por exemplo, nunca diga algo como: ‘Tenho filhos. Não entre em contato comigo se você não gosta de crianças.’”, aconselhou Womble. “Ou ‘tenho filhos, por isso não me procure se você é alguém que gosta de sair de férias de improviso’.”

Quando o tema de seus filhos vier à tona, como não pode deixar de acontecer quando o app encontrar um par possível para você, imprima um tom otimista à conversa.

“Você pode ajudar a outra pessoa a saber como reagir, compartilhando com ela sua empolgação e confiança, não seu medo ou hesitação”, disse Rector. “Seja intencional.”

E, se você optar por esperar algum tempo antes de revelar que tem filhos, seja por que razão for, saiba que alguns de seus pares possíveis podem ficar desconfiados por você ter ocultado essa informação.

Anos atrás Lillibridge saiu com um homem que tinha dois filhos, mas só os mencionou depois que eles já estavam saindo havia várias semanas. Ela não reagiu bem na época.

“Acho que se ele tivesse mencionado os filhos no nosso primeiro encontro, teria sido tudo bem”, ela disse. “Mas se eu passo tempo com uma pessoa e ela não me fala que tinha filhos, vou sentir que ela mentiu para mim, especialmente porque eu falo de meus filhos o tempo todo. Vou ficar imaginando o que mais ela está deixando de me dizer.”

*Este texto foi publicado originalmente no HuffPost US e traduzido do inglês.