ENTRETENIMENTO
17/01/2019 12:00 -02 | Atualizado 17/01/2019 12:01 -02

Museu Nacional inaugura 1ª exposição após incêndio

Apenas 4 meses depois de tragédia, instituição tenta se manter viva com mostra que inclui peças resgatadas dos escombros.

Fernando Frazão/Agência Brasil
Exposição reúne rochas, fósseis, ossos e réplicas de animais pré-históricos, como a do mosassauro, lagarto marinho do período cretáceo.

Quatro meses depois do incêndio que consumiu boa parte do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista (Rio de Janeiro), a instituição inaugura, nesta quinta (17) sua 1ª exposição. Quando Nem Tudo Era Gelo - Novas Descobertas no Continente Antártico, que reúne rochas, fósseis ossos e réplicas de animais pré-históricos da Antártica, acontece no prédio da Casa da Moeda, espaço que foi a antiga sede do museu, no século 19.

Entre as 160 peças expostas, 8 foram resgatadas dos escombros do trágico incêndio na sede histórica do museu, que aconteceu em setembro de 2018.

Segundo informou a Agência Brasil, a exposição já estava sendo planejada antes do incêndio e estava prevista para acontecer em outubro de 2018. Mas mesmo que tenha conseguido sair do papel, quase todo o material exposto agora teve de ser substituído com peças que estavam em um prédio anexo do Museu Nacional ou que estavam emprestadas a outras instituições científicas.

A exposição segue na Casa da Moeda nos próximos 4 meses.

Diretor do museu, o paleontólogo Alexander Kellner afirmou à Agência Brasil que o objetivo da mostra é manter a instituição viva e que a exposição deve viajar a outras cidades brasileiras a partir de 17 de maio.

Com curadoria de Juliana Sayão, paleontóloga da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Quando Nem Tudo Era Gelo - Novas Descobertas no Continente Antártico mostra que o continente gelado já teve um clima bem mais ameno e abrigou florestas de coníferas, com rica fauna e flora.

Serviço

Quando Nem Tudo Era Gelo - Novas Descobertas no Continente Antártico

Duração: 17 de janeiro a 17 de maio dezembro

Dias e horários: Ter. a sáb., das 10h às 16h; dom., das 10h às 15h.

Local: Centro Cultural Museu Casa da Moeda do Brasil (Praça da República, 26, Centro)

Preço: Entrada gratuita

Distribuição de senhas 30 minutos antes e limite de 1 senha por pessoa.