ENTRETENIMENTO
10/08/2020 13:14 -03

Ainda gratuita, Mostra Ecofalante de Cinema estreia versão totalmente online

9ª edição reúne 98 filmes de 24 países, muitos deles inéditos.

Já consolidado como uma dos principais eventos audio-visuais dedicado às temáticas socioambientais na América Latina, a Mostra Ecofalante de Cinema também teve de se adaptar ao momento da pandemia do coronavírus. Tanto que sua 9ª edição - que reúne 98 filmes de 24 países, muitos deles inéditos no Brasil - será totalmente online.

De 12 de agosto a 20 de setembro, o festival exibe, gratuitamente, até 11 diferentes sessões por dia ao longo de suas seis semanas. Os filmes ficam disponíveis sempre às 15h por períodos de 24 horas, com até cinco dias de exibições cada um.

A programação da 9ª Mostra Ecofalante de Cinema está organizada nas seções Panorama Internacional Contemporâneo, que é dividida em sete temáticas (ativismo, consumo, economia, emergência climática, povos e lugares, tecnologia e trabalho); Competição Latino-Americana, que premia os melhores filmes com temática socioambiental da América Latina; Competição Curta Ecofalante, com curtas-metragens produzidos por estudantes; e Clássicos e Premiados, que traz destaques da cinematografia brasileira voltada à temática socioambiental, reunindo documentários e longas-metragens de ficção produzidos entre 1974 e 2018.

Entre os destaques, filmes como o francês Botando pra Quebrar, de Lech Kowalski, selecionado para o Festival de Cannes; o mexicano Patrimônio, dirigido pela vencedora do Emmy, Lisa H. Jackson em dupla com Sarah Teale; o americano Jawline: Ascensão e Queda de Austyn Tester, de Liza Mandelup, premiado no Festival de Sundance; Tomates, Molho e Wagner, de Marianna Economou, indicado da Grécia ao Oscar de Melhor Filme Internacional; o canadense Beleza Tóxica, de Phyllis Ellis, eleito melhor documentário canadense no Festival de Calgary; o brasileiro Acqua Movie, novo filme do pernambucano Lírio Ferreira que tem no elenco Alessandra Negrini e Marcélia Cartaxo, entre outros.

Além da exibição de filmes, o festival promove debates virtuais, reunindo ativistas, cientistas e especialistas que discutem, entre outros temas, ativismo, consumo, economia, emergência climática, povos e lugares, tecnologia e trabalho.

A mostra inclui também uma Masterclass com Cristina Amaral, montadora de filmes de diretores como Andrea Tonacci, Carlos Reichenbach, Guilherme de Almeida Prado, entre outros; e uma atividade de formação ministrada pelo cineasta e curador Francisco Cesar Filho, diretor dos longas-metragens Augustas (2012) e Futuro do Pretérito - Tropicalismo Now! (2012).

A programação completa está disponível no site da 9ª Mostra Ecofalante de Cinema.

Todas as exibições poderão ser acessadas na plataforma Ecofalante, Videocamp e Spcine Play. Os debates serão transmitidos ao vivo no Facebook e no Youtube.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost