NOTÍCIAS
15/07/2020 11:09 -03

Morre aos 89 anos Severino Cavalcanti, 1º integrante do baixo clero a presidir a Câmara

Político pernambucano renunciou ao posto e ao mandato como deputado para evitar ser cassado em escândalo do 'mensalinho'; Causa da morte não foi divulgada.

ASSOCIATED PRESS
Severino foi acusado de cobrar R$ 10 mil por mês do dono de um dos restaurantes da Câmara, em troca da cessão do espaço.

Morreu nesta quarta (15), aos 89 anos, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti (PP-PE), no Recife. A causa da morte não foi divulgada. Morre aos 89 anos Severino Cavalcanti, 1º integrante do baixo clero a presidir a

O enterro deve ocorrer ainda nesta quarta em sua cidade natal, João Alfredo (PE). Severino foi prefeito desse município (1964-1966) e deputado estadual sete vezes (1967-1995) e federal por três mandatos (1995 – 2007).

Ele foi o primeiro deputado do chamado “baixo clero” da Câmara a chegar à Presidência da casa, em 2015. Após 7 meses à frente da Câmara, contudo, renunciou para escapar de um processo de cassação. 

Severino foi acusado de cobrar R$ 10 mil por mês do dono de um dos restaurantes da Câmara, em troca da cessão do espaço. À época, o episódio ficou conhecido como mensalinho.

Ao site G1, um dos filhos do político, José Maurício Cavalcanti, disse que ele tinha fraturado o fêmur e a bacia ao sofrer uma queda no ano passado, mas não foi operado devido ao diabetes. “Ele estava dormindo na hora. Foi uma morte tranquila”, afirmou o filho.

Na Câmara, Severino foi titular de diversas comissões especiais, entre elas a que analisou a Proposta de Emenda à Constituição sobre inviolabilidade do direito à vida e a que discutiu a PEC sobre imunidade parlamentar.