NOTÍCIAS
19/02/2019 09:35 -03 | Atualizado 19/02/2019 09:58 -03

Estilista Karl Lagerfeld, da Chanel, morre aos 85 anos

Designer alemão também colaborou com a Fendi e era um ícone da moda.

ASSOCIATED PRESS

O estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor criativo da Chanel, morreu nesta terça-feira (19), aos 85 anos de idade, em Paris.

Lagerfeld, conhecido por seus trajes, luvas e óculos pretos que contrastavam com seus cabelos brancos, estava doente há semanas, de acordo com a imprensa francesa. Ele estaria internado em um hospital de Paris. A revista Closer confirmou a morte, mas as causas ainda não foram reveladas.

Designer de moda e um dos maiores ícones mundiais, Lagerfeld era diretor artístico da maison Chanel desde 1983.

No dia 22 de janeiro, o estilista faltou a dois desfiles da grife, mas a Chanel justificou a ausência dizendo que Lagerfeld estaria “cansado”. Foi a primeira vez em que o diretor não subiu à passarela no final de um desfile da grife.

Karl Otto Lagerfeld nasceu em Hamburgo, em 10 de setembro de 1933, apesar do próprio estilista já ter tentando mentir sua idade, dizendo que nascera em 1938.

Além da Chanel, o estilista trabalhou para a italiana Fendi, dando um toque inconfundível à marca, e criou sua própria grife, que leva seu nome.

Discípulo de Pierre Balmain, de quem foi estagiário no começo da carreira, e conhecido como “Kaiser” no mundo da moda, ele era considerado o último grande costureiro dos tempos da haute couture ainda na ativa.

Além do humor ácido e de declarações polêmicas, em 2001, ele chamou a atenção ao perder 40 quilos em 13 meses. ”“De repente, eu queria vestir de forma diferente, usar roupas desenhadas por Hedi Slimane... Mas essas modas, modelados por meninos muito, muito magros, e não por homens da minha idade, exige a perder pelo menos 40 kg. Levei exatamente 13 meses”, explicou.

A dieta criada pelo médico Jean-Claude Houdret levou a um livro chamado The Karl Lagerfeld Diet.