MULHERES
07/10/2019 16:06 -03 | Atualizado 07/10/2019 17:14 -03

Nasa anuncia que a 1ª caminhada espacial 100% feminina vai mesmo acontecer

Em março, agência norte-americana cancelou missão alegando que não havia trajes espaciais do tamanho certo para as astronautas.

NASA/Christina Koch
As astronautas Jessica Meir (à esq), e Christina Koch (à dir.) devem fazer caminhada espacial juntas em21 de outubro - a primeira inteiramente conduzida por mulheres.

A primeira caminhada espacial realizada apenas por mulheres acontecerá em 21 de outubro, informou a Nasa. Anúncio acontece sete meses depois da agência norte-americana ter cancelado sua primeira missão 100% feminina, alegando falta de trajes espaciais no tamanho correto para as participantes.

Este será o quarto de 10 caminhadas espaciais programadas para os próximos três meses, o que pode estabelecer um ritmo recorde de passeios espaciais complexos desde que a estação espacial foi criada em 2011, disse a Nasa.

Christina Koch e Jessica Meir sairão da Estação Espacial Internacional no dia 21. “Acho importante por causa da natureza histórica do que estamos fazendo e, no passado, as mulheres nem sempre estavam à mesa”, disse Koch na TV da Nasa. “É maravilhoso estar contribuindo para o programa”, completou.

Em seu perfil no Twitter, Meir publicou imagens em que aparece comemorando a missão e escreveu “é que assim que, além de realizar um sonho de infância, você é recebida pelos seus ‘astro-irmãos e irmãs’ do outro lado.”

Em julho, a Nasa também anunciou seu mais novo projeto: a missão Artemis, que terá como objetivo fazer com que uma mulher pise na lua. Até o momento, apenas 12 pessoas chegaram até o satélite; todas eram homens e brancos. 

O nome da missão é uma homenagem à deusa que é atribuída à lua na mitologia grega, Artemis, e faz referência a seu irmão gêmeo, Apollo, que batizou que batizou o projeto que levou o primeiro homem à lua, em 1969.

Entenda o que fez a missão feminina ser cancelada em março

As astronautas Anne McClain e Christina Koch entrariam nos livros de história em 29 de março de 2019 por serem as duas mulheres em uma operação do tipo pela primeira vez. No entanto, por conta do “problema com o traje espacial”, McClain terá que dar lugar na missão para seu colega Nick Hague.

Desde o início da montagem da Estação Espacial Internacional (ISS), em 1998, caminhadas espaciais foram realizadas apenas com times masculinos ou mistos. A Nasa afirma que 214 saídas deste tipo foram realizadas até hoje.

Comunicado da Nasa explica que a astronauta McClain fez uma saída na semana passada, acompanhada de Hague, e descobriu que o tamanho “médio” do torso superior do traje vestia melhor nela. Esta parte do traje, em outro tamanho, leva tempo para ser preparada para a saída.

“Os administradores da missão decidiram ajustar as tarefas, devido em parte à disponibilidade de trajes espaciais na estação”, diz comunicado. “McClain percebeu durante sua primeira caminhada espacial que um torso duro de tamanho médio ―essencialmente a camisa do traje espacial― lhe serve melhor. Como só um torso de tamanho médio pode ser preparado até a sexta-feira, 29 de maço, Koch o usará.”

O anúncio causou decepção e revolta em muitas pessoas que acompanhavam a missão. Algumas argumentaram que uma caminhada espacial só de mulheres já deveria ter acontecido. Em contrapartida, a Nasa afirmou que a decisão foi tomada conjunta com McClain. 

“Anne treinou com M e G e achou que poderia usar um grande, mas depois da caminhada espacial de sexta-feira decidiu que um médio veste melhor”, escreveu no Twitter a porta-voz da agência, Stephanie Schierhol.

“Neste caso, é mais fácil (e mais rápido!) mudar os caminhantes espaciais do que reconfigurar o traje espacial”, explicou Schierholz.

Segundo a Nasa, estas serão as 215ª e 216ª caminhadas espaciais da história da ISS. Durante a primeira caminhada espacial da série, em 22 de março, McClain se tornou a 13ª mulher a realizar uma caminhada espacial. Koch se tornará a 14º, em 29 de março.

A primeira mulher a realizar uma caminhada espacial foi a cosmonauta soviética Svetlana Savitskaya, há 35 anos. Mais de 500 pessoas foram ao espaço, mas apenas 11% foram mulheres. Mas Koch e McClain fizeram parte da turma de 2013 da Nasa, que era 50% feminina.