COMPORTAMENTO
11/04/2019 01:00 -03

Bafo e cecê: Como dizer ao seu parceiro que ele tem mau hálito ou mau cheiro

Você pode até ter medo de ofender a pessoa, mas falar francamente pode melhorar o relacionamento dos dois.

Jayesh via Getty Images
Você vai continuar calado sobre o mau hálito do seu namorado?

Às vezes o amor cheira mal.

Se você já saiu com uma pessoa que tem mau hálito, cecê ou chulé, sabe que esses fedores podem fazer você se afastar, atrapalhando a intimidade, mesmo que o relacionamento seja ótimo como um todo.

Mas talvez você hesite em falar do assunto com seu companheiro por medo de ofendê-lo ou deixá-lo constrangido.

Falamos com uma dentista, uma dermatologista e um terapeuta de casais, pedindo dicas de como lidar com uma situação desse tipo sem ser totalmente desagradável. 

Para começar, o que causa o mau cheiro?

No caso do mau hálito existem várias causas possíveis, incluindo a gengivite (inflamação das gengivas frequentemente causada por má higiene oral), cáries, certas dietas alimentares, sinusite ou refluxo gastroesofágico, entre outras.

“Quando a gengivite progride, ela corrói as gengivas e atinge os ossos que sustentam os dentes. Isso produz um cheiro muito desagradável e específico. Detecto imediatamente se a halitose de um paciente se deve à gengivite ou se tem outra causa”, disse a dentista nova-iorquina Nicole Khalife ao HuffPost.

“Infelizmente, quando os pacientes percebem que suas gengivas estão sensíveis e sangram, isso os desencoraja de fazer a escovação e usar fio dental, e o ciclo se prolonga.”

O mau cheiro corporal muitas vezes decorre da transpiração, que decompõe bactérias na pele e se mistura com elas, especialmente em áreas como as axilas ou virilhas. Isso pode cheirar mal, mas geralmente não é motivo de preocupação. Agora, se você observa uma modificação ou intensificação do odor, isso pode apontar para um problema de saúde mais sério e deve ser checado por um médico.

“As glândulas apócrinas produzem suor com alto teor proteico e que é prontamente decomposto por bactérias”, explicou a dermatologista nova-iorquina Michelle Henry. “Outras causas de mau odor corporal incluem condições médicas subjacentes e fatores alimentares. Uma causa comum de mau cheiro corporal ligado à dieta é o alho, que produz enxofre que se acumula na transpiração, provocando o odor.”

“Eu realmente tenho mau hálito de manhã”

Como falar sobre bafo e cecê?

Dizer ao seu parceiro(a) que ele(a) está cheirando mal pode ofender um pouco, mesmo que você procure falar com gentileza, mas franqueza.

Mas é melhor seu companheiro ouvir isso de você — alguém que ele ama e em quem confia — que de um conhecido ou um colega de trabalho.

E seria ainda pior se as pessoas comentassem seu mau cheiro por suas costas. E há mais: se o cecê ou bafo está fazendo você perder a vontade de abraçar, beijar ou transar com seu amor, então deve estar atrapalhando o relacionamento de vocês. Por isso mesmo vale a pena mencionar o assunto, por mais que seja incômodo.

O terapeuta Zach Brittle recomendou: para começar, é essencial falar desse assunto com gentileza e cuidado. Ele recomenda o uso de uma técnica descrita pelo pesquisador John Gottman como o “arranque suave”, em que você começa a conversa falando de um comportamento específico (e não fazendo afirmações abrangentes) e manifestando o que você necessita, não atacando, criticando ou culpando seu companheiro. O que você vai dizer deve frequentemente seguir uma estrutura como: “Sinto .... sobre ...., e preciso de ..... .”

“Neste caso”, disse Brittle, co-apresentador da podcast Marriage Therapy Radio, você pode dizer algo como: “Estou preocupada com seu mau hálito, especialmente quando não me deixa ficar pertinho de você. Preciso que a gente veja como fazer para isso não nos afastar um do outro.”

Você foca o vínculo que deseja manter, mais do que o problema que quer eliminar.

Khalife recomendou: se o problema é de mau hálito e você pensa que pode ser devido à higiene bucal inadequada de seu companheiro, uma ideia seria marcar uma consulta para vocês dois com um dentista.

“Muitas pessoas chegam ao consultório com seus companheiros. Muitos pacientes me dizem: ‘Se não fosse minha mulher ou meu marido, eu não estaria aqui’”, ela contou. “Outra ideia é levar novos produtos de higiene bucal para casa e experimentá-los. Escolha um enxaguante bucal, fios dentais e escovas de dente que lhe agradam e incentive seu companheiro a usá-los também.”

Para Henry, pode ser boa ideia aventar o tema do mau odor falando da sua potencial preocupação com a saúde de seu companheiro. E uma coisa muito importante: fale desse assunto quando vocês dois estão a sós, nunca na presença de terceiros.

“Não ironize seu companheiro por estar com chulé ou outro problema de mau cheiro, mas mencione que existem alguns problemas de saúde que levam o mau cheiro a se intensificar”, disse a dermatologista. “Partindo desse argumento vocês podem tentar determinar a causa, sem gerar ofensa ou mágoa a ninguém.”

Quando o mau cheiro em questão se deve a um problema de saúde – por exemplo, uma sinusite crônica ou um medicamento que deixa a boca seca ―, use de sensibilidade especial ao tratar do assunto.

Seu companheiro provavelmente tem menos controle sobre a situação do que teria se fosse apenas questão de usar o fio dental com mais frequência ou não se esquecer da chuveirada após a sessão de spinning.

“Lembre-se de ser gentil e escolher as palavras com cuidado”, frisou Khalife. “Traga a questão à tona por preocupação com a outra pessoa, não por estar sentindo nojo. A última coisa que você vai querer fazer é humilhar seu parceiro e levá-lo a sentir vergonha de buscar tratamento.”

Se você e sua cara metade curtem brincadeiras e piadas, pode ser apropriado comunicar o problema a ela como quem está brincando. Mas, se você não tem certeza de como a outra pessoa vai reagir, evite falar brincando.

“Evite o humor negativo e não chame o outro de fedorento ou algo assim”, disse Brittle. “Não enfoque o problema mais que a pessoa. É muito provável que ela já saiba que tem um problema.”

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.