MULHERES
01/06/2020 03:00 -03

Como ajudar mães que deram à luz durante a pandemia de coronavírus

Dar à luz durante uma pandemia de covid-19 é estressante. Muitas mães e muitos casais que acabam de ter um filho se sentem incrivelmente sós.

jacoblund via Getty Images
Pode ser difícil saber como ajudar uma amiga ou pessoa querida que teve um bebê neste momento. 

A gravidez e o período do pós-parto são complicados para qualquer mãe. Ter um filho durante a pandemia de coronavírus é outra coisa inteiramente. “A covid-19 mudou nosso modo de viver, literalmente da noite para o dia”, disse ao Huffpost a pediatra californiana Dra. Tanya Altmann.

“As coisas variam de um hospital a outro, mas algumas mães não estão podendo levar seus parceiros ou acompanhantes que pretendiam ter a seu lado na sala de parto. E alguns bebês estão recebendo alta para voltar para casa em menos tempo que de praxe, deixando as mães que acabam de dar à luz cheias de dúvidas e preocupações.”

Veja o que você pode fazer para ajudar:

1. Diga à sua amiga que você entende como tudo isso é difícil

Uma das coisas mais gentis que você pode fazer para dar apoio a uma amiga que vai dar à luz em breve ou que acaba de ter um bebê é simplesmente reconhecer que ela pode estar ansiosa, com medo ou decepcionada neste momento.

“Certa dose de ansiedade sempre foi normal para os pais de recém-nascidos. Mas a percepção de que há um perigo mortal espreitando diante da porta é algo novo e inusitado”, comenta Olivia Bergeron, assistente social do Brooklyn, Nova York, especializada em dar apoio a pais em momentos de grandes transições na vida.

Bergeron explicou que muitos pais de recém-nascidos ou que estão prestes a ter um filho estão presos em um “ciclo de ansiedade”. Eles querem a qualquer custo manter seu bebê em segurança, mas têm relativamente poucas maneiras concretas de fazê-lo neste momento. Comece por simplesmente reconhecer que isso pode ser incrivelmente difícil para eles.

2. Procure-a com frequência – sem esperar uma resposta

O fato de não poder encontrar sua amiga cara a cara não significa que você não possa manter contato com ela. Procure-a usando o método favorito de sua amiga (telefonema, torpedo, e-mail, vídeoconferência). Deixe claro que você não vai se ofender se ela não atender ou não retornar sua ligação.

“Deixe claro que os pais do bebê podem entrar em contato no momento que melhor convier a eles”, aconselha Bergeron. “O simples fato de saber que alguém está pensando nela e em seu recém-nascido pode reduzir a sensação de isolamento da mãe.” (É claro que isso também se aplica a tempos que não sejam de pandemia.)

E continue a buscar contato depois do fim do período do pós-parto imediato.

“Os pais frequentemente contam que muita gente procura visitar ou falar com eles nas seis primeiras semanas depois do parto, quando eles próprios estão vivendo de adrenalina e da emoção da novidade”, diz Bergeron. “Depois das primeiras semanas, a frequência de contatos muitas vezes cai muitíssimo.” Isso pode levar a uma sensação de isolamento e abandono, especialmente para pais que não podem sair de casa.

“Agora não é necessariamente o melhor momento para contar à sua amiga episódios de sua própria gravidez ou do pós-parto. O que ela está passando agora é algo sem precedentes.”

Agora não é necessariamente o melhor momento para contar à sua amiga episódios de sua própria gravidez ou do pós-parto. O que ela está passando agora é algo sem precedentes.

3. Se ofereça para ajudar e pensar em soluções

“Se sua amiga revelar que não está dando conta de alguma coisa, pode ser muito útil você se oferecer para fazer algumas pesquisas e procurar soluções para ela”, comenta Rachel Goldstein, proprietária da Astoria Doula Collective, de Nova York.

É o caso especialmente agora, no momento que estamos vivendo, quando parece que tudo está mudando a cada minuto. Muitos dos planos de sua amiga podem ter sido inviabilizados. Quais são as medidas mais recentes aplicadas em relação à pandemia no lugar onde sua amiga mora? Qual é o telefone da consultora de lactação? Há um serviço de entrega de fraldas? As perguntas são intermináveis. Sempre que possível, ofereça-se para fazer esse tipo de pesquisa para sua amiga.

4. Mande pacotes de comida (e pergunte o que está faltando)

Um desafio enorme para os pais de recém-nascidos neste momento de pandemia é que eles estão tendo que passar pelo período do pós-parto quase completamente sozinhos. Familiares e amigos não podem ir à sua casa para conhecer o bebê, preparar uma refeição ou segurar o nenê no colo enquanto a mãe aproveita para tomar um banho.

Mas você pode ajudar de longe. Veja se é possível entregar uma refeição feita em casa sem entrar em contato com os pais. Você pode enviar um vale-presente online a um serviço de entrega de refeições ou supermercado?

“Alimentar os pais é uma ajuda tremenda”, disse Goldstein. “Procure descobrir de antemão o que eles gostam e querem e quais são as opções perto da casa deles.”

Outra maneira de ajudar é garantir estoques de artigos úteis para o período do pós-parto, como pijamas confortáveis e artigos para o bebê, disse Goldstein. Agora, devido à pandemia, os pais de um recém-nascido provavelmente não têm a possibilidade de sair no meio da noite para comprar o que estiver faltando, então se eles estiverem precisando de alguma coisa básica, você pode ajudar a suprir o que falta.

5. Faça perguntas que permitam abrir uma conversa

Ajudar uma amiga não precisa necessariamente ser complicado. Simplesmente pergunte como ela está e deixe claro que você está ouvindo atentamente, de verdade, ao que ela tem a dizer.

“Não sinta a necessidade de tentar persuadir a pessoa a se sentir menos negativa ou a animá-la, mudando o rumo da conversa quando ela envereda para os aspectos menos agradáveis da condição de mãe de um bebê pequeno”, diz Bergeron. “Quando os pais de um recém-nascido podem desabafar seus sentimentos livremente, sem serem obrigados a manter uma fachada de ânimo e positividade, isso pode ser muito libertador.”

Agora não é necessariamente o melhor momento para contar à sua amiga episódios de sua própria gravidez ou do pós-parto. O que ela está passando agora é sem precedentes. Simplesmente abra espaço para sua amiga compartilhar como essa experiência está sendo para ela.

Os cientistas ainda estão no processo de descobrir mais sobre o novo coronavírus. As informações contidas nesta reportagem são o que se sabia ou estava disponível quando o texto foi publicado, mas as orientações sobre a covid-19 podem mudar à medida que os cientistas vão sabendo mais sobre o vírus. Neste link, há informações atualizadas até o momento sobre maternidade e coronavírus.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.