NOTÍCIAS
13/01/2019 14:29 -02

Carro da deputada estadual Martha Rocha é alvejado no Rio

Legisladora, que relata ter recebido ameaças, não se feriu; Seu motorista foi baleado na perna.

Tomaz Silva/Agência Brasil

A deputada estadual Martha Rocha (PDT-RJ), presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), foi alvo de atiradores na manhã deste domingo. Ela não se feriu.

O carro da deputada, um Corolla branco blindado, foi fechado na Rua Belisário Pena, na Penha, nas proximidades da Avenida Brasil, por um outro veículo em que estavam quatro homens armados com fuzis.

Segundo o jornal O Globo, a deputada, que é delegada, estava a caminho da igreja quando o crime ocorreu. Seu motorista teria acelerado, mas um homem de capuz disparou em sua direção.

O motorista, subtenente reformado da PM Geonísio Medeiros, levou um tiro na perna e foi levado para o Hospital Getúlio Vargas, também na Penha, mas já recebeu alta.

Também ao Globo, a deputada disse ter comprado um carro blindado após receber três ameaças de morte em dezembro. Ela afirmou ter relatado as ameaças ao então chefe de Polícia Civil do Rio, Rivaldo Barbosa.

Rocha, 59, foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro.

“Não foi um fato isolado, já havia uma ameaça contra ela e por conta disso tivemos uma reunião com o então interventor federal, general Braga Netto, e o  então secretário de segurança, general Richard Nunes. Há uma suspeita de a ameaça ter partido da milícia”, disse o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT).

O caso inevitavelmente remonta ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes, em março de 2018. Os dois foram mortos por homens armados com fuzis quando se deslocavam de carro pelo Rio.

* Com informações da Agência Brasil