MULHERES
19/06/2020 11:29 -03

Malala, a garota que desafiou o Talibã para estudar, se forma em Oxford

'Difícil expressar minha alegria e gratidão agora', disse a prêmio Nobel da Paz, que concluiu o curso de Filosofia, Política e Economia na conceituada universidade.

Reprodução/ Twitter
Malala comemora sua formatura em Oxford.

O mundo precisa de boas notícias, e Malala Yousafzainos trouxe uma ótima nas últimas horas. A paquistanesa, que aos 15 anos enfrentou o Talibã pelo direito de estudar e foi baleada na cabeça, anunciou que, sete anos depois, se formou na Universidade de Oxford, no curso de Filosofia, Política e Economia.

Ela celebrou a enorme conquista pelo Twitter, postando sua foto envolta em tinta e papel colorido picado após a comemoração. Ela também publicou uma foto com sua família, com um bolo e balões com dizeres de “Parabéns pela formatura”.

“Difícil expressar minha alegria e gratidão agora, ao concluir meu curso de Filosofia, Política e Economia em Oxford. Eu não sei o que está por vir. Por enquanto, será Netflix, ler e dormir”, escreveu.

Aos 22 anos, Malala tem no currículo um prêmio Nobel da Paz, recebido em 2014, 2 anos depois de sobreviver ao ataque talibã, e se tornou um ícone pela defesa da educação para meninas em todo o mundo. Ela tem uma fundação em seu nome justamente onde atua para que “todas as garotas possam aprender e liderar sem medo”.

Malala sofreu um ataque em 2012, quando morava no Vale do Swat, uma região no norte do Paquistão, e defendia publicamente, em um blog, o direito à educação para meninas em seu país – algo proibido pelos talibãs. Em 9 de outubro daquele ano, ela voltava para casa depois de um dia letivo e, de dentro de um ônibus escolar, foi alvo de um ataque a tiros. 

Malala foi atingida na cabeça. Com a grande repercussão internacional, entidades foram acionadas e ela foi retirada de seu país ao lado de sua família e levada ao Reino Unido. Em uma cirurgia de sucesso, médicos conseguiram salvar a vida de Malala.

A história trágica teve, enfim, o final que Malala sempre mereceu. Que venham os próximos capítulos.