ENTRETENIMENTO
26/08/2020 14:55 -03

Como Macaulay Culkin conseguiu mudar uma vida marcada pelas drogas

O ator, que faz 40 anos nesta quarta (sim, 40 anos), se transformou no grande brinquedo quebrado da indústria do cinema.

Se transformar em estrela infantil do cinema nos anos 1990 no filme Esqueceram de Mim levou o ator Macaulay Culkin ao saco de brinquedos quebrados do cinema. Hoje em dia, ele é reconhecido tanto por seus filmes como por uma vida marcada pelas drogas e o abuso psicológico. Ele alcançou o maior êxito da carreira em 1990, com apenas dez anos, mas em seu caso a palavra êxito não foi sinônimo de triunfo, unicamente de popularidade e dinheiro (ele ganhou milhões de dólares com o primeiro filme).

O ator, que fez sua estreia aos quatro anos de idade no teatro e completa 40 anos (isso mesmo, você está ficando velho) neste dia 26 de agosto se distanciou dos meios de comunicação e conseguiu mudar sua vida. Um dia em 1994, como ele contou no programa da apresentadora norte-americana Ellen DeGeneres em 2018, ele ficou frente a frente com os pais, que os culpava por boa parte de seus problemas e disse: “Espero que tenham ganhado dinheiro suficiente, porque de mim não vai sair mais nada”. Era um adolescente, sua fortuna estava estimada em 50 milhões de dólares, ele era independente e não voltou a falar com seu pai. 

Se tratava de uma decisão, mas não foi a solução. Praticamente gastou todo seu patrimônio em 2004 e então voltou a ser notícia quando foi preso em Oklahoma, nos Estados Unidos, por posse de drogas. Aconteceu justamente depois de seu divórcio com a atriz Rachel Miner, com quem ele se casou aos 17 anos. Então ele estava namorado com a atriz Mila Kunis, relacionamento que terminou em 2010. Além disso, o The National Enquirer publicou em 2012 que ele gastava cerca de seis mil dólares por mês em heroína, embora o ator sempre negue a informação

GTRES
Macaulay Culkin em Esqueceram de Mim e atualmente. 

O ator hoje não vive como antes. Seu grande acerto foi não se esquivar de nenhuma pergunta sobre sua vida, que está mais que contada, não gerar nenhum mistério que deixe abertura para a curiosidade, assim como seguir fazendo anúncios e propagandas interpretando o personagem Kevin McCallister somente por dinheiro, sem complexos, toda vez que recusa qualquer papel no cinema que tenha alguma conexão com o menino de Esqueceram de Mim

Ainda que sempre tenha uma grande desvantagem para desligar-se de tudo: seu rosto segue sendo muito reconhecível. “Ter a mesma cara que antes é uma maldição e uma benção ao mesmo tempo. Posso ir em qualquer restaurantes sem reserva e conseguir mesa, mas quando me sento, todo mundo fica me olhando”, confessou o novaiorquino para a Ellen DeGeneres.

Getty Images
Macaulay Culkin preso em 2004 nos Estados Unidos.

Uma infância marcada e pressionada por seus pais

O público também sempre soube que sua infância não foi um mar de rosas. No programa WTF de 2018 ele contou como era a vida com seus pais quando ainda era uma criança rica de Hollywood. 

Seu pai Kit Culkin queria ser ator, mas tudo acabou virando um grande sonho frustrado que caiu sobre seus oito filhos. “Eu pedia uma folga, queria sair de férias pela primeira vez na vida, e ele não parava de assinar contratos para mais filmes. Ninguém me ouvia. Meu pai tinha uma cama gigante e uma televisão enorme e me fazia dormir com meu irmão no sofá”. 

Com ameaças aos produtores sobre tirar seu filho de projetos que não aconteciam, Kit Culkin chegou a ser um homem odiado na indústria do cinema, confessou Macaulay. O menino trabalhou em dez filmes até sua completa desaparição das telas em 1994 com Riquinho.

Jayne Kamin-Oncea via Getty Images
Macaulay Culkin em evento no dia 29 de dezembro de 2019, em Los Angeles, na Califórnia. 

Macaulay Culkin resolveu outra das controvérsias que cercaram sua vida no início deste ano na revista Esquire: seu verdadeiro relacionamento com Michael Jackson, que durava 22 anos. “Ninguém ao meu redor tinha ideia do que estava acontecendo e ele havia passado pela mesma situação e só queria ter certeza de que eu não estava sozinho.”

Culkin também disse que dividia a cama com o cantor e que nunca se sentia desconfortável ou incomodado. Na verdade, ele testemunhou a favor do rei do pop - cuja filha Paris é afilhada do ator - quando Michael foi julgado por abuso de menores. Jackson foi inocentado de todas as acusações. “Se eu tivesse algo para falar, faria sem problemas. Mas não, nunca vi nada; Ele nunca fez nada ”, afirmou.

Em 2013, Culkin retornou à sua profissão e à sua carreira musical de sucesso após redirecionar sua vida. Sua vida profissional não parou. Na verdade, agora ele é uma das estrelas da próxima temporada da série American Horror Story, da FOX. O anúncio foi feito pelo produtor Ryan Murphy em fevereiro deste ano.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost Espanha e traduzido do espanhol.