NOTÍCIAS
27/01/2019 14:13 -02

Justiça ordena novo bloqueio de contas da Vale; total vai a R$ 11 bilhões

Novo bloqueio servirá para garantir a reparação de danos causados às vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho (MG).

Adriano Machado / Reuters
Barragem da mina do Córrego do Feijão, da Vale, se rompeu em Brumadinho (MG).

A Justiça de Minas Gerais bloqueou mais R$ 5 bilhões da Vale para garantir a reparação de danos causados às vítimas do rompimento da barragem de rejeitos em Brumadinho (MG), ampliando para R$ 11 bilhões o total de recursos da mineradora bloqueados pela Justiça devido ao incidente.

O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), que solicitou o novo bloqueio à Justiça, informou neste domingo (27) que o dinheiro bloqueado nesta ação se soma a outros R$ 5 bilhões bloqueados para a reparação de danos ambientais provocados pelo rompimento da barragem.

Além dos 2 bloqueios de R$ 5 bilhões cada solicitados pelo MP-MG, a Justiça estadual de Minas Gerais também acatou pedido do governo do estado para bloquear R$ 1 bilhão da mineradora.

O colapso da estrutura da mina do Córrego do Feijão ocorreu na sexta-feira (25), na cidade mineira de Brumadinho, deixando ao menos 37 mortos e cerca de 250 desaparecidos, após uma avalanche de lama de rejeitos atingir comunidades e a área administrativa da própria empresa.