ENTRETENIMENTO
03/02/2020 15:28 -03

Viola Davis aplaude o poderoso discurso de Joaquin Phoenix contra o racismo no Bafta

Além da atriz, outros artistas apoiaram o protesto de Phoenix, que afirmou também ser parte do problema de falta de diversidade.

Ian West - PA Images via Getty Images
"Esta não é uma condenação hipócrita, porque tenho vergonha de dizer que sou parte do problema. Não fiz tudo ao meu alcance para garantir que os cenários em que eu participei sejam inclusivos", disse o ator ao aceitar o Bafta.

Joaquin Phoenix é o ator do momento. Não apenas por sua elogiada performance em Coringa, que tem tudo para lhe render o primeiro Oscar de sua carreira, mas pela posição firme contra o racismo e a favor da diversidade que ele tomou em seu discurso ao aceitar o Bafta (o Oscar britânico) na noite de domingo (2). 

“Acho que passamos uma mensagem muito clara às pessoas não-brancas de que elas não são bem-vindas aqui. Eu acho que é essa a mensagem que estamos enviando para as pessoas que contribuíram muito para o nosso meio e para o nosso setor e de maneiras pelas quais nos beneficiamos”, disse o ator sobre o fato de que a lista de indicados ao Bafta 2020 era formada apenas por pessoas brancas.

O discurso forte e sincero teve apoio de importantes artistas de outras raças e4 etnias como as atrizes Viola Davis (que já venceu um Oscar de Melhor Atriz coadjuvante) , Kerry Washington e a cineasta Lulu Wang (diretora de The Farewell).

Obrigada, Joaquin Phoenix. Por sua honestidade, solidariedade e coragem. Muito bem.

Enquanto isso, Joaquin está dando a real em seu discurso no #BAFTA.

Um silêncio constrangedor encheu o salão por um longo tempo. Obrigada, Joaquin.

Após o protesto de Phoenix, o Príncipe William (presidente do Bafta) falou sobre a necessidade de mudança: “Em 2020, e não pela primeira vez nos últimos anos, voltamos a falar sobre a necessidade de fazer mais para garantir a diversidade no setor e no processo de premiação - que simplesmente não pode continuar assim”.

Veja aqui o vídeo com o discurso completo de Joaquin Phoenix no Bafta [em inglês]:


Leia aqui o discurso completo:

“Sinto-me muito honrado e privilegiado por estar aqui esta noite. O Bafta já apoiou muito minha carreira e sou profundamente grato por isso. Mas devo dizer que também me sinto em conflito, porque muitos dos meus colegas atores que são merecedores, não têm esse mesmo privilégio.

Acho que passamos uma mensagem muito clara às pessoas não-brancas de que elas não são bem-vindas aqui. Eu acho que é essa a mensagem que estamos enviando para as pessoas que contribuíram muito para o nosso meio e para o nosso setor e de maneiras pelas quais nos beneficiamos

Não acho que alguém queira tratamento preferencial - embora seja o que nos damos todos os anos. As pessoas só querem ser reconhecidas, apreciadas e respeitadas por seu trabalho.

Esta não é uma condenação hipócrita, porque tenho vergonha de dizer que sou parte do problema. Não fiz tudo ao meu alcance para garantir que os cenários em que eu participei sejam inclusivos.

Mas acho que é mais do que apenas ter cenários multiculturais. Temos que fazer realmente o trabalho duro para entender o racismo sistêmico de verdade.

Eu acho que é a obrigação das pessoas que criaram, perpetuam e se beneficiam de um sistema de opressão que as desmantelem. Isso depende de nós”.