POLÍTICA
23/01/2019 14:18 -02

Bolsonaro cancela coletiva devido à 'abordagem antiprofissional da imprensa'

Em outra versão, assessores declararam que o presidente “precisava se poupar para cirurgia”.

ASSOCIATED PRESS

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) cancelou, em cima da hora, uma coletiva de imprensa que faria nesta quarta-feira (23) em Davos, onde participa do Fórum Econômico Mundial.

Segundo a Folha de S. Paulo, o assessor da Presidência Tiago Pereira Gonçalves justificou o cancelamento da entrevista devido à “abordagem antiprofissional da imprensa”. A afirmação foi feita aos jornalistas que aguardavam o presidente no hotel em que ele está hospedado.

Em outra versão, assessores declararam que o presidente “precisava se poupar para cirurgia”. O procedimento para a retirada da bolsa de colostomia está previsto para a próxima segunda-feira (28).

A equipe do Fórum foi avisada do cancelamento apenas 40 minutos antes do horário combinado. Também foram suspensas as entrevistas com os ministros Sérgio Moro (Justiça) e Paulo Guedes (Economia).

É praxe que chefe de Estados façam entrevistas coletivas durante o evento. Jornalistas estrangeiros que aguardavam Bolsonaro ficaram surpresos com o cancelamento. Mais cedo, ele havia concedido entrevista à Bloomberg.

Durante agenda em Davos nesta manhã, o presidente se reuniu com o presidente da Suíça, Ueli Mauer, e com o ex-premiê britânico, Tony Blair, após um almoço com investidores.

Bolsonaro tem previsão de chegar ao Brasil na madrugada de sexta (25).