NOTÍCIAS
20/03/2020 17:48 -03 | Atualizado 20/03/2020 18:19 -03

Devido ao coronavírus, Ibirapuera e demais parques em São Paulo fecham a partir deste sábado

Parques ficarão fechados até o fim de abril. Saiba o que estará aberto e fechado na capital paulista a partir deste fim de semana.

Paulo Whitaker / Reuters
O Ibirapuera ficará fechado a partir deste sábado, até o fim de abril.

O governador de São Paulo, João Doria, e o prefeito da capital paulista, Bruno Covas, determinaram o fechamento de parques municipais e estaduais a partir deste sábado, 21, como parte do enfrentamento ao surto de coronavírus, que já matou 11 pessoas no País - 9 delas em São Paulo.

Com gestão municipal, o Parque do Ibirapuera, o mais visitado da América Latina, fechará os portões por tempo indeterminado. O mesmo valerá para todos os parques municipais.

Já os parques de gestão estadual, como o Villa-Lobos e o da Água Branca, e o Zoológico ficarão fechados até o fim de abril.

Além do fechamento dos parques, todos os serviços públicos não essenciais serão suspensos a partir da próxima segunda-feira, 23 de março, até 30 de abril. Entre eles estão os serviços prestados pelo Poupatempo, pelo Detran, pela Junta Comercial (Jucesp) e por unidades de atendimento da Sabesp.

“As pessoas não devem ficar preocupadas. O atendimento à população será normal, por serviços online, inclusive com plantões. Não será interrompido, apenas deixará de ser presencial”, disse Doria.

Questionado se o governo pretende decretar medidas como toque de recolher, Doria afirmou que o governo “vai adotar as medidas corretas no momento correto”.

Já o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência de Coronavírus de São Paulo afirmou que o objetivo das ações tomadas até agora é reduzir a curva de contaminação para diminuí-la antes do atingimento do pico previsto. “Estamos tentando retardar a curva e se faz isso com restrição de caminhos das pessoas. Entendo que com as medidas tomadas pelo prefeito (de São Paulo, Bruno Covas) e pelo governador isso vai ser conseguido.”

Doria também afirmou que o governo estadual não estuda no momento o fechamento do sistema rodoviário Anchieta-Imigrantes, operado pela concessionária Ecorodovias. Várias cidades no litoral paulista proibiram acesso a suas praias como medidas para evitar a propagação do coronavírus.

 

Saiba o que mais estará fechado (e o que segue aberto) na capital paulista: 

 

Estarão fechados

> Museus, bibliotecas e centros culturais estaduais - até 15 de abril

> Shoppings - a partir de segunda-feira, 23, até 30 de abril

> Academias - a partir de segunda-feira, 23, até 30 de abril

> Templos e Igrejas - a partir de segunda-feira, 23, por 60 dias

> Parques estaduais a municipais - a partir de sábado, 21

> Centros de Convivência do Idoso - por 60 dias, a partir de 17 de março

> Casas noturnas, salões de festa e espaços de eventos

 

Estarão abertos

> Farmácias

> Mercados

> Padarias

> Lanchonetes e restaurantes

> Bares

> Lojas de conveniência

> Postos de combustível