NOTÍCIAS
11/10/2020 15:54 -03 | Atualizado 11/10/2020 16:07 -03

As cenas lamentáveis de aglomeração em nova loja da Havan em Belém

Em plena pandemia, que já causou mais de 150 mil mortes em todo o País, rede varejista atraiu multidão em inauguração; polícia fechou loja horas depois.

No fim de semana que o Brasil bateu a triste marca de 150 mil mortes causadas pela covid-19, a rede Havan inaugurou uma nova loja em Belém, no Pará, provocando aglomeração de centenas de pessoas - muitas delas sem máscara.

As imagens da multidão invadindo o local viralizaram na internet durante o a manhã de sábado (10). A Polícia do Pará fechou a loja e o representante foi conduzido à Seccional da Marambaia para prestar esclarecimento pelo não cumprimento das regras previstas pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

De acordo com a Polícia Civil do Pará, o representante da unidade será intimado para prestar esclarecimentos e autuado por crime Contra a Saúde Pública, de acordo com o artigo 268 do Código Penal Brasileiro. A pena varia entre um mês e um ano de detenção além  de multa.

Antes da abertura da loja, Luciano Hang, dono da varejista, publicou em sua conta no Instagram vídeos em que aparece abraçado a um grupo de funcionários, todos sem máscara. Em outro registro, o empresário percorre um trecho da loja mostrando a enorme aglomeração diante da vitrine. 

O uso de máscaras é obrigatório por lei no Pará desde maio, não importando o tempo de circulação ou da distância percorrida pela pessoa.

Segundo o jornal O Globo, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informou em nota que a fiscalização da loja é de responsabilidade da prefeitura de Belém. Como não houve manifestação do Poder Público municipal, a Sespa enviou ao local uma equipe da Vigilância Sanitária.

Por sua vez, a prefeitura de Belém informou ao jornal que o evento de inauguração era privado. Por esse motivo, é responsabilidade dos administradores a “contenção e distanciamento das pessoas”.

De acordo com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), até o último sábado (10), o número de casos de covid-19 no Pará era de 237.925, sendo a 6.645 mortes provocadas pelo novo coronavírus.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost