COMPORTAMENTO
21/01/2019 07:40 -02

15 maneiras fáceis de ser uma pessoa mais feliz

Estes hábitos vão deixar sua vida muito melhor.

Há uma citação da autora Jaeda DeWalt que encara a alegria sob uma ótica diferente: “A felicidade é criada, não encontrada. É um estado de espírito. Em sua melhor forma, ela independe das circunstâncias da vida.”

Quer você acredite nela ou não, essa máxima garante que pelo menos alguma felicidade está ao seu alcance.

Todos os dias você pode optar por fazer alguma coisa que o deixará mais feliz. Num mundo em que lidamos com notícias horríveis, problemas no trabalho, dificuldades financeiras, problemas nos relacionamentos e muitos outros obstáculos incômodos que estão fora de nosso controle, não é bom saber que temos um pouco de autonomia em relação a como nos sentimos?

Com algumas técnicas simples e fáceis para deixar qualquer situação mais leve, você vai estar mais preparado para encarar qualquer obstáculo.

Veja aqui algumas dicas para você ser mais feliz este ano (e no futuro).

1. Fale com alguém que você ama

PeopleImages via Getty Images

Hoje há tantas maneiras de entrar em contato com as pessoas queridas que esta primeira dica é simples – mas às vezes nos esquecemos.

Mande uma mensagem, faça um FaceTime ou escreva uma carta para a pessoa que faz você sorrir.

Pesquisas revelam que as pessoas que fomentam conexões com outras tendem a ser mais saudáveis e felizes.

Talvez você nem sempre tenha tempo para um longo papo pelo telefone, mas até um simples emoji de coração pode fazer bem a você e à pessoa que você ama.

2. Anote uma coisa pela qual você está grato

Gratidão e felicidade estão estreitamente interligadas, por isso vale a pena criar o hábito de manter um diário de gratidão.

Se escrever em um diário não é algo que você curte, você ainda pode se beneficiar de uma versão simplificada da prática.

Experimente rabiscar num papel uma ou duas coisas pelas quais você está grato ou apenas uma coisa boa que lhe aconteceu durante este dia.

(O metrô chegou no horário previsto? Você respondeu certo àquela última pergunta no quiz da TV? Seu almoço estava ótimo?)

Esse exercício ajudará você a lembrar que, mesmo que você esteja se sentindo totalmente para baixo, ainda existem pontos de luz em sua vida.

3. Prepare um café da manhã rápido e saudável

“Aquilo que fazemos logo cedo pela manhã geralmente dá o tom do resto do dia”, disse ao HuffPost o psicólogo Tim Sharp. Começar o dia com um café da manhã nutritivo e satisfatório talvez seja o que estava faltando em sua rotina.

Pesquisas sugerem que consumir mais frutas e verduras pode promover mais felicidade. E ingerir algumas calorias antes de sair e encarar o mundo pode deixar sua cabeça e seu corpo preparados para o sucesso.

Pode parecer trabalhoso, mas preparar um café da manhã nutritivo é fácil. Se você ainda não aprendeu a preparar suas receitas favoritas, veja uma sugestão: coloque aveia num vidro à noite. Acrescente leite. Deixe na geladeira até a manhã seguinte. De manhã, cubra a aveia com frutas picadas (frescas ou congeladas), pasta de amendoim, nozes ou castanhas, mel ou o que você quiser. Esse prato repleto de fibras vai deixá-lo saciado e satisfeito.

4. Perdoe alguém

Caiaimage/Paul Bradbury via Getty Images

Esta recomendação não é fácil de seguir, mas lhe fará muito bem acordar todo dia sentindo menos ressentimentos do que ontem. Se está sendo muito difícil se desapegar da raiva, encare o perdão como um presente que você dá a você mesmo, não à outra pessoa ou ao outro acontecimento que você está tentando perdoar.

Pesquisas já ressaltaram os benefícios que ganhamos quando abrimos mão da mágoa: essa prática melhora o bem-estar, reduz a ansiedade e até fortalece o sistema imunológico.

5. Permita-se sentir tristeza ou raiva quando é preciso

Parece contraintuitivo, mas funciona.

É importante abrir mão da raiva e tristeza, sim, mas é igualmente importante deixar-se sentir essas coisas quando é hora disso.

Existem maneiras construtivas de se queixar e lidar com aborrecimentos; guardar tudo para si, sem colocar para fora, às vezes pode fazer mais mal do que bem. Um estudo de 2015 examinou os efeitos de deixar nossas irritações fervilhando em fogo baixo e constatou que isso muitas vezes gera sentimentos de pesar. Pesquisas também revelam que o choro pode ser terapêutico.

6. Jogue seus pensamentos negativos no lixo

Se sua cabeça continuar a repassar um pensamento que é negativo e está atrapalhando sua felicidade, jogue esse pensamento fora, literalmente.

Anote em um papel quaisquer pensamentos tóxicos que você esteja tendo sobre você mesmo, amasse o papel e jogue-o no lixo. Já está comprovado que essa prática beneficia nossos sentimentos. Pode soar um pouco ridículo, mas experimente – você não tem nada a perder exceto sua negatividade.

7. Faça questão de respirar um ar fresco

Thomas Barwick via Getty Images

Sua receita de felicidade está no céu – basta sair de casa para obter o remédio. Já foi comprovado que o perfume da natureza reduz o estresse e ajuda a nos deixar descontraídos, enquanto o ar fresco nos deixa energizados. Saia daquele ambiente fechado do escritório, nem que seja apenas por alguns minutos, para tomar uma dose de natureza.

8. Faça uma desintoxicação das redes sociais

Não é segredo para ninguém que as redes sociais podem ser tóxicas. Tirar uma folga dessas plataformas pode ser sua arma secreta para combater o baixo astral digital. Não é preciso deletar completamente sua conta do Facebook para se sentir melhor (se bem que se você quiser fazer isso, vá em frente). Mas se você puder passar um pouco menos tempo olhando as fotos de casamento de outras pessoas ou lendo discursos políticos inflamados, talvez sobre mais espaço em sua cabeça para coisas boas.

Você pode começar por deletar determinados aplicativos sociais de seu telefone, de modo que só possa acessá-los quando estiver diante de um computador, com algum tempo sobrando. Com isso você pode perder um pouco o hábito de checar seus feeds incessantemente e passar a fazê-lo mais como escolha intencional. Isso lhe dará controle sobre essas tecnologias, em vez de as tecnologias controlarem você. Outra boa ideia é deixar de seguir contas que parecem ser muito negativas e incorporar em seu feed outras contas de teor mais positivo.

9. Ouça músicas

Mesmo os bebês gostam de mexer o corpo ao som de suas músicas favoritas. Estudos indicam que há um vínculo entre ouvir música e ficar feliz. Ouvir música que você gosta eleva seus níveis de dopamina. Então coloque sua playlist favorita para tocar e curta!

10. Mexa-se, mesmo quando isso é a última coisa que você está com vontade de fazer

Halfpoint Images via Getty Images

Já está mais do que comprovado que o exercício físico possui o poder de melhorar nosso estado de ânimo. Apenas saber disso, contudo, talvez não deixe você mais motivada a malhar. O segredo é encontrar uma atividade que você não ache chatíssima. Talvez seja levar o cachorro do vizinho para passear, andar algumas quadras a pé para encontrar um amigo ou fazer sessões de malhação do YouTube usando apenas calcinha e sutiã. Dê-se tempo para experimentar técnicas diferentes para descobrir os tipos de movimento que você curte. O resto será fácil.

11. Alongue-se

Mesmo que você seja o tipo de pessoa que não vê a hora de fazer uma aula de bike, pode ser que em alguns dias simplesmente não sinta coragem de ir à academia. Alongar-se é outra ótima maneira de liberar algumas endorfinas e fazer o sangue circular melhor. E você está autorizada a obter esses benefícios todos sem sair da cama: confira aqui as posturas de ioga que podem ser feitas no conforto de sua própria cama.

12. Não tenha medo de mostrar aos outros que você valoriza seu tempo

Se você é uma daquelas pessoas que sempre quer agradar aos outros e acaba assumindo encargos e tarefas demais, esta dica é feita especialmente para você. Dê-se a a oportunidade de dizer “não” com mais frequência – quer seja um convite para uma happy hour de último minuto que vai atrapalhar o tempo que você tem para fazer suas próprias coisas, quer seja um projeto que não se encaixa com o resto de sua lista de coisas a fazer.

Especialistas aconselham que dizer “não” com mais frequência é uma das melhores resoluções de Ano Novo que podemos aderir. Basta sua reação instintiva inicial para você saber se vai valer a pena ou não aceitar um convite ou atender um pedido. “Se você está incomodado, estressado, ansioso ou irado com algo que lhe pediram para fazer, é muito provável que essa coisa acabe sendo uma imposição, algo que você não quer fazer”, disse recentemente ao HuffPost a psicóloga Rachel Tomlinson, de Perth, Austrália.

Seu tempo vale tanto quanto o de qualquer outra pessoa. Você merece decidir por conta própria o que vai fazer com ele.

13. Defina o que “cuidar de si mesmo” significa para você – e pratique isso

Johner Images via Getty Images

Pode ser uma máscara facial, uma soneca à tarde, fazer as unhas, assistir a uma partida de futebol, passar tempo cercada por livros e silêncio: seja o que for que faz você se sentir bem, encare-o como arma para combater o estresse.

Se você estiver confusa quanto ao quê exatamente significa “cuidar de você mesmo”, saiba que não está só. Em um post recente no Instagram, a deputada recém-eleita Alexandria Ocasio-Cortez pediu a seus seguidores algumas dicas para cuidar de si mesma, admitindo que não sabe bem como fazer isso. Ela reconheceu que a importância do cuidar de si mesmo ganha destaque diferente dependendo de fatores como classe social.

O conceito pode ser difícil de entender “para pessoas trabalhadoras, imigrantes e pobres”, ela escreveu. “Não porque queremos que seja, mas porque uma pessoa que fizer uma máscara facial enquanto enfrenta dificuldades financeiras inevitavelmente será criticada.” Mesmo assim, Ocasio-Cortez destacou que o cuidado com si mesmo é uma tática de sobrevivência necessária para todas as pessoas, pois sem ela o esgotamento é inevitável.

“Eu passei de fazer ioga e preparar jantares de arroz integral e salmão para consumir fast-food e cair no sono ainda de jeans e sem ter tirado a maquiagem”, ela escreveu. “Vivemos numa cultura em que esse tipo de estilo de vida é elogiado sutilmente por ser visto como o de alguém que ‘trabalha duro’, mas eu seria a primeira a lhe dizer que NÃO É BONITO e complica nossa vida.”

Enquanto você decide quais são seus próprios rituais para cuidar de si mesma, veja algumas atividades que ajudam outras pessoas

14. Seja gentil com alguém

Sorria para um desconhecido, segure a porta aberta para alguém que está atrás, deixe a pessoa que tem apenas dois ou três produtos na mão passar à sua frente na fila do supermercado. A gentileza não custa nada, e estudos mostram que pequenos atos de bondade realmente contribuem para nosso bem-estar. Se estiver em busca de inspiração, confira estes relatos sobre pessoas que foram gentis com desconhecidos (e como em alguns casos isso mudou sua vida).

15. Seja gentil com você mesmo

Aquela voz interior que você ouve em sua cabeça pode ser chatíssima, mas você não precisa deixá-la se manifestar. Pesquisas revelam que a autoaceitação é vital para uma vida mais feliz, mas é um hábito que raramente praticamos. Sufocar os pensamentos negativos a seu próprio respeito – algo que pode ser feito com a ajuda de técnicas cognitivas que você pode usar sozinho ou com a ajuda de um profissional – talvez seja uma das melhores coisas que você possa fazer por si mesmo.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.