NOTÍCIAS
11/03/2019 10:11 -03 | Atualizado 11/03/2019 20:05 -03

Grande São Paulo tem vários pontos de alagamento e entra em estado de atenção

Chuva da madrugada afetou transporte público e trânsito da capital.

A chuva que durou toda a madrugada desta segunda-feira (11) deixou a cidade e arredores de São Paulo em alerta. Linhas de trem, metrô e ônibus foram interrompidas ou reduzidas por causa dos pontos de alagamentos e o rodízio de veículos foi suspenso na capital.

As fortes chuvas desta madrugada também provocaram desabamentos e deixaram 12 mortos na Grande São Paulo, segundo última atualização do governo de São Paulo. 

A cidade amanheceu com longas filas de congestionamento em importantes vias. Na Marginal Tietê, por exemplo, tem pontos de alagamentos e está com alerta para transbordamento.

Segundo motoristas, o caminho entre o Aeroporto de Guarulhos e São Paulo está demorando mais de 3 horas. Em alguns pontos da via, motoristas desligaram e saíram dos carros, por causa do engarrafamento.

Isabel Fleck/HuffPost Brasil
Marginal Tietê tem pontos de alagamento e engarrafamento. 
HuffPost Brasil

O mesmo acontece na Avenida do Estado, que tem vários pontos de alagamento. 

O Centro de Gerenciamento de Emergências informou que a Grande São Paulo foi colocada em estado de atenção. A prefeitura da capital também suspendeu o rodízio de carros e liberou a circulação de caminhões e fretados na zona de restrição. 

Transporte público

Os alagamentos prejudicaram as linhas de ônibus, metrô e de trens da Grande São Paulo. Algumas linhas da CPTM tiveram velocidade reduzida nesta manhã, mas agora operam com normalidade. Apenas a Linha 10 - Turquesa teve a circulação de trens interrompida devido ao alagamento. Segundo a CPTM, não há previsão de quando a linha vai voltar a operar. 

 As chuvas também afetaram o funcionamento do metrô nesta manhã. As Linhas 3 - Vermelha e e 1- Azul chegaram a ter velocidade reduzida, mas agora todas as linhas operam com normalidade, segundo o Metrô. 

Por causa dos pontos de alagamento em avenidas e ruas da cidade, a SPTrans informou que diversas linhas de ônibus tiveram alguns desvios de itinerários e interferências nas vias, afetando a circulação de algumas linhas.

A empresa pede para que os usuários do transporte público acompanhem a circulação de ônibus em tempo real no site OlhoVivo ou pelo aplicativo da SPTrans. 

Medidas do governo de São Paulo

Divulgação

Na manhã desta segunda, o governador João Doria sobrevoou a cidade e afirmou que deu prioridade no atendimento a desabrigados, assim como remoção de pessoas em áreas de risco e restabelecimento de serviços públicos que foram interrompidos pelas chuvas. 

“Estamos monitorando todas as ocorrências no Centro de Gerenciamento de Emergências”, afirmou Doria, em comunicado à imprensa. “A Defesa Civil enviou equipes para os pontos afetados com técnicos do IPT [Instituto de Pesquisas Tecnológicas] e do Instituto Geológico.”