21/11/2019 18:25 -03 | Atualizado 21/11/2019 18:25 -03

Gastronomia e dieta saudável também são boas amigas

Confira as dicas da especialista para quem deseja entrar no mundo fitness

Unsplash
Confira as dicas da especialista para quem deseja entrar no mundo fitness

Quando o assunto é dieta, logo surge aquela imagem de folhas e mais folhas de vegetais em um prato ou uma batata doce acompanhada de frango grelhado. E só, para azar de quem gosta de comer de tudo um pouco, mas precisa cuidar da saúde. Entretanto, saiba que dá para aliar a boa gastronomia à alimentação balanceada. Não apenas é possível, como pode se tornar uma oportunidade única aos profissionais da Gastronomia e Nutrição. No mundo fitness, está uma oportunidade valiosíssima para conquistar espaço no mercado de trabalho e, consequentemente, o estômago daqueles que desejam se alimentar bem.

A coordenadora do curso de graduação de Tecnologia em Gastronomia do Centro Universitário Senac, Zenir Aparecida Dalla Costa de Melo Ferreira, derruba o mito de que dieta é sinônimo de sofrimento. ”É indispensável que o cardápio saudável seja feito com comida gostosa para que seja possível mantê-lo. Caso contrário, ele terá curta duração”.

De acordo com ela, para a dieta não virar sinônimo de sofrimento, é necessário desenvolver um trabalho para que os pratos sejam gostosos, atendam às necessidades nutricionais e sociais do indivíduo. “Por isso, na Gastronomia, os alunos aprendem sobre as restrições e como supri-las, fazendo que os alimentos de uma dieta sejam desejados até mesmo por quem não possui restrições alimentares”

Segmento promissor

Aliás, o nicho saudável se consolida a cada dia como uma área com possibilidade de sucesso no mundo da Gastronomia. “Vem crescendo exponencialmente”. Em sala de aula, conta Zenir, há disciplinas que abordam análises de mercado e empreendedorismo.

“Isso é fundamental no processo de construção de conhecimento, pois os alunos conseguem observar essa fatia interessante do mercado, recebem orientações de áreas que têm potencial de crescimento e são orientados a observar quando um fenômeno mercadológico é uma tendência ou simples modinha”.

Possibilidades

Para quem ficou animado em trabalhar no setor, há uma infinidade de possibilidades. Pode-se atuar na cozinha de um restaurante ou hotel como cozinheiro, confeiteiro e padeiro, entre outras atividades. Há, ainda, a chance de ingressar na indústria de alimentos, para o desenvolvimento de produtos, ou no mercado, vendendo os itens desenvolvidos por essas empresas, fazendo demonstrações de uso ou treinamento.

Quer mais? É possível, de quebra, trabalhar com eventos, indo desde os domésticos (como personal chef) até os coorporativos, para um grande número de pessoas. “Dá para trabalhar na área hospitalar, visando uma alimentação saudável e gostosa, ou focar no catering para aviões ou navios”.

Explosão

Com a explosão de reality shows de culinária na TV, a coordenadora do Senac admite que houve aumento na procura de alunos pelo curso de Gastronomia. Segundo ela, a televisão é uma mídia muito forte, atinge grande número de pessoas e, com isso, a cada dia mais gente conhece ou pensa nesse ramo como “uma área de trabalho”.

Entretanto, a quem só vislumbra os momentos de fama e glamour, é necessário deixar claro que o serviço exige dos futuros profissionais “interesse, resiliência, pesquisa e muita curiosidade e vontade de sair para comer e conhecer restaurantes”.

Serviço

No Centro Universitário Senac, o curso de Tecnologia em Gastronomia forma profissionais para o mercado em dois anos, com aulas nos campi Santo Amaro, Campos do Jordão e Águas de São Pedro. Os alunos contam com aulas práticas e teóricas com professores e profissionais de mercado, participações em eventos, vivência profissional, possibilidades de intercambio, estágio supervisionado e muito mais. Sem dúvida, vida universitária é no Centro Universitário Senac.