Tamo Junto

Casa onde García Márquez escreveu 'Cem anos de solidão' vira centro cultural

Imóvel no México foi residência do escritor entre 1965 e 1967
CARTAGENA of INDIAS, COLOMBIA - JANUARY 29, 2016: A portrait of legendary Colombian novelist Gabriel Garcia Marquez appears on a mural outside a boutique hotel with one of his quotes reading: "no place in life is more sad than an empty bed" on January 29, 2016 in Cartagena, Colombia. (Photo by Kaveh Kazemi/Getty Images)
CARTAGENA of INDIAS, COLOMBIA - JANUARY 29, 2016: A portrait of legendary Colombian novelist Gabriel Garcia Marquez appears on a mural outside a boutique hotel with one of his quotes reading: "no place in life is more sad than an empty bed" on January 29, 2016 in Cartagena, Colombia. (Photo by Kaveh Kazemi/Getty Images)

A casa onde o prêmio Nobel de Literatura Gabriel García Márquez (1927-2014) escreveu “Cem anos de solidão”, sua obra-prima, será transformada em um espaço de cultura e promoção da leitura.

O imóvel fica no bairro San Ángel Inn, zona sul da Cidade do México, e foi alugado por Gabo entre 1965 e 1967, logo após seu desembarque no país. A adaptação da casa ficará a cargo da Fundação para as Letras Mexicanas (FLM), que recebeu a residência como doação de Laura Coudurier, filha do antigo senhorio de García Márquez, Luis Coudurier.

Certa vez, o proprietário, então funcionário da prefeitura, ligou para Mercedes Barcha, esposa de Gabo, para cobrar o pagamento de aluguéis atrasados. Barcha disse que não tinha dinheiro porque seu marido estava escrevendo um romance, mas prometeu quitar a dívida assim que ele terminasse o livro, dali a nove meses.

“Sua palavra me basta”, respondeu Coudurier, rechaçando qualquer garantia para o pagamento. A casa tem 260 metros quadrados, três quartos e dois banheiros e mantém as mesmas características de quando García Márquez e sua família moravam ali.

Na época, Gabo havia renunciado a suas tarefas de editor e redator publicitário para se dedicar integralmente àquele que se tornaria um dos mais celebrados romances latino-americanos de todos os tempos.

As atividades da futura “Casa-Estúdio Gabriel García Márquez” serão coordenadas pelo tradutor e crítico literário Geney Beltrán, com apoio do escritor Juan Villoro. O local será um “espaço de incentivo à criação e de encontro para a reflexão e o diálogo sobre temas relevantes da literatura universal”, segundo a FLM.