Scott Olson via Getty Images
MUNDO
06/09/2019 10:22 -03

Imagens dramáticas mostram a destruição causada pelo furacão Dorian

Pelo menos 30 pessoas morreram nas Bahamas depois que a tempestade atingiu as ilhas.

O furacãoDorian finalmente deixou a região das Bahamas após praticamente destruir o arquipélago nos últimos dias. A devastação causada pelas tempestades pode precisar de anos de trabalho para recuperar a região.

A tempestade de categoria 5 que atingiu as Bahamas entre a noite de domingo (1º) e segunda-feira (2) agora se move para a costa dos Estados Unidos. Efeitos do fenômeno  já foram sentidos nos estados da Carolina do Norte e Carolina do Sul na noite da última quinta-feira (5).

No norte das Bahamas, a tempestade atingiu as ilhas Abaco e Grand Bahama com ventos cuja velocidade era acima de 252 km/h. Pelo menos 30 pessoas morreram e a vida de milhares de outras pessoas foi seriamente atingida em um país conhecido por seus resorts, marinas e pelo turismo de luxo.

“Eu perdi tudo. Não sei o que vou fazer. Não tenho casa para morar”, disse Ilphody Norvilus, um pintor de 37 anos que vive em uma comunidade de imigrantes haitianos em Abaco, à Associated Press.

Essas dramáticas fotos aéreas tiradas na quinta-feira mostram a escala chocante da destruição causada pelo furacão.

Scott Olson via Getty Images

As casas em Abaco, um conjunto de ilhas, foram reduzidas a escombros.

Scott Olson via Getty Images

Diversas comunidades foram destruídas.

Scott Olson via Getty Images

As pilhas de destroços tornam quase irreconhecíveis as casas que antes abrigavam as famílias.

Scott Olson via Getty Images

Os barcos ficaram empilhados após serem arremessados pelo furacão Dorian na ilha.

Scott Olson via Getty Images

Poucas casas resistiram aos efeitos do vento.

Scott Olson via Getty Images

As construções foram destruídas.

Scott Olson via Getty Images

Em algumas casas, tudo o que resta são os telhados e algumas paredes.

Scott Olson via Getty Images

O interior de um prédio em Freeport, a cidadeprincipal, foi completamente destruída.

Scott Olson via Getty Images

Imagens de edifícios em vários graus de destruição na região de Abaco.

Scott Olson via Getty Images

Um edifício em Abaco ficou parcialmente submerso após a inundação. As águas misturam esgoto, pesticidas e outros materiais tóxicos.

Scott Olson via Getty Images

Poucas casas resistiram ao vento.

Scott Olson via Getty Images

Nas marinas, os barcos foram destruídos.

Scott Olson via Getty Images

As casas estão sem telhados.

Scott Olson via Getty Images

Parte da cidade está submersa em Abaco.

Scott Olson via Getty Images

Muitos destroços.

Scott Olson via Getty Images

Um avião caiu e ficou submerso.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.