ENTRETENIMENTO
13/04/2020 01:06 -03 | Atualizado 13/04/2020 02:00 -03

'Foi um alívio ter saído', disse a eliminada Flay em noite de novo líder e paredão

Na noite em que a cantora paraibana saiu com 63% dos votos, Manu ganhou sua 1ª liderança e Mari, Gizelly e Babu estão na berlinda.

Aconteceu de tudo um pouco neste domingo (12) no Big Brother Brasil. Flayslane foi a 13ª eliminada do reality, Manu se tornou líder pela primeira vez e um novo paredão foi formado, com Mari, Gizelly e Babu.

A cantora paraibana saiu da casa com 63% dos votos do público. Thelma levou 36,53% e Babu 0,47%. “Eu imagina que eu fosse sair hoje. Eu já tinha passado do meu limite emocional. Estava quase apertando um botão para sair. Para mim, foi um alívio ter saído”, desabafou Flay no bate-papo com a ex-BBB Ana Clara transmitido no Gshow,

Sobre a ida para mais um paredão, a cantora paraibana disse que não era uma surpresa: “Eu e o Babu sabíamos que nós sempre seríamos os alvos. Se eu voltasse hoje, já sabia que estaria no próximo paredão.”

Perguntada por Ana Clara sobre quem acharia que ela poderia derrotar em um paredão, Flay foi direta como sempre: “Acho que ninguém. A única que eu imaginava por ser planta era a Thelma, mas acabei de tomar na cara, né? Saí com 63% para calar a minha boquinha.”

“A gente dentro da casa tem a sensação que o Babu é o campeão. O Babu tá muito forte. Se era para ele ter saído, já teria. E como ele protege muito ela, agora acho que ela vai para a final com ele”, completou Flay, que concluiu: “Sempre fui massacrada desde o começo. Tudo que eu fazia, olhavam torto. Eu vim para me jogar e acho que cumpri o prometido.”

Prova do Líder e um novo Paredão

Divulgação/Montagem
paredao

A dinâmica de eliminação seguida de prova do líder e formação de paredão já não era novidade, mas ainda há espaços para surpresas nessa dinâmica. Tanto que pela primeira vez desde o início do programa, Manu se tornou líder.

A prova que decidiu a liderança foi um misto de sorte e habilidade, e Manu provou que levava jeito. Em pistas com obstáculos, os participantes tinha de jogar uma bola para acertar em canaletas com pontuação. Na última pista, quatro deles lançavam duas bolas. A cantora/atriz paulista fez a melhor pontuação em todas elas.

“Eu sou muito boa nisso. Acho quer pode virar até uma profissão”, brincou Manu, que logo depois indicou Mari para a berlinda. Como líder, ela levou Rafa, Thelma e Babu para o vip, deixando Mari, Ivy e Gizelly na xepa.  

Na nova dinâmica de voto para o paredão, quem estava na xepa sóo poderia votar entre si e o mesmo acontecia no vip. Como Mari já tinha sido indicada, ela teve de decidir entre Ivy e Gi. Escolheu a advogada capixaba Gizelly.

Do outro lado, Rafa disse que não gostaria de botar em Babu, mas como a utra opção era sua amiga Thelma, optou pelo ator carioca, que também levou o voto de Thelma. Mesmo sendo voto vencido, Babu deu seu voto: “Eu sou vítima de uma política segregacionista desde o começo do programa e já disse que não voto na Thelminha por coerência.” 

Com esse paredão, o seu oitavo no BBB 20, o ator superou o recorde de aete paredões enfrentados por Marcelo no do BBB 14, e Anamara, que foi em quatro no BBB10 e três no BBB13.