Dieta rica em flavonoides reduz risco de câncer; veja alimentos ricos na substância

Estudo revela que alimentos ricos no composto, como morangos, açaí e chocolate amargo, podem te proteger contra câncer e doenças cardíacas.

Seguir uma dieta rica em flavonoides, compostos químicos encontrados em frutas, vegetais e chás, pode te proteger contra o câncer e doenças cardíacas, principalmente para fumantes. É o que revela uma nova pesquisa da Universidade Edith Cowan, na Austrália.

Os pesquisadores do centro de medicina da universidade analisaram dados de alimentação e histórico médico de mais de 53 voluntários ao longo de 23 anos.

A pesquisa, publicada no jornal científico Nature Communications, revelou que aqueles que consumiam com regularidade “moderadas” quantidades de alimentos ricos em flavonoides tiveram uma “relação inversa” com a morte por doença cardíaca ou de câncer ― ou seja, quanto maior consumo de flavonoides, menor o risco de desenvolver estas doenças.

Um dos destaques do estudo, no entanto, são os efeitos benéficos dos flavonoides para fumantes e consumidores de álcool. Aqueles que tinham um alto risco de desenvolver doenças crônicas por fumarem e beberem mais de duas vezes ao dia tiveram benefícios reais ao seguirem uma dieta rica em flavonoides.

Isso não significa, contudo, que consumir flavonoides anularia os efeitos negativos de beber e fumar em excesso, alertaram os pesquisadores.

“Estes resultados são importantes, pois destacam o potencial para prevenir o câncer e doenças cardíacas, incentivando o consumo de alimentos ricos em flavonoides, especialmente em pessoas com alto risco dessas doenças crônicas”, disse Nicola Bondonno, uma das autoras do estudo.

“Mas também é importante notar que o consumo de flavonoides não contraria todo o risco aumentado de morte causado pelo fumo e pelo alto consumo de álcool. De longe, a melhor coisa a fazer pela sua saúde é parar de fumar e reduzir o consumo de álcool”, acrescentou.

A quantidade ideal e alimentos ricos em flavonoides

Flavonoides são um grupo de compostos encontrados geralmente em frutas, vegetais, grãos, flores. Pesquisas anteriores já haviam comprovado suas propriedades anti-cancerígenas e anti-inflamatórias, além de a substância também ser benéfica para combater diabetes tipo 2.

Para provocar todos os benefícios comprovados pelo estudo, pesquisadores sugeriram o consumo de cerca de 500mg de flavonoides por dia.

Manter uma alimentação equilibrada, com vegetais e grãos nas principais refeições, frutas ao longo do dia e um ou dois chás para esquentar o dia, já é o bastante para suprir tal “necessidade”.

Veja abaixo alguns alimentos ricos em flavonoides para consumir no dia a dia:

Frutas roxas e vermelhas

Acai berries blended with juice, ice and yogurt topped with blackberries, bananas, strawberries, coconut shavings and bee pollen. Served in a white bowl.
Acai berries blended with juice, ice and yogurt topped with blackberries, bananas, strawberries, coconut shavings and bee pollen. Served in a white bowl.

Uva, maçã, açaí e cacau são ricas no composto e outros antioxidantes.

Berries

assorted fresh mix berries close up shot, berry's included strawberry, raspberries, blue berries and red currant
assorted fresh mix berries close up shot, berry's included strawberry, raspberries, blue berries and red currant

Acrescente morango, mirtilo, framboesa, amora e outras frutas vermelhas no cardápio.

Chás

Overhead view of a white cup with lemon tea. Rustic moody black background.
Overhead view of a white cup with lemon tea. Rustic moody black background.

Diversos tipos de chás têm flavonoides.

Vegetais

Cebola, brócolis, espinafres e couve, entre outros vegetais, também são ricos nos diferentes flavonoides.

Chocolate amargo

Chocolate broken on a stack, on a dark background.
Chocolate broken on a stack, on a dark background.

Chocolates amargos com, pelo menos, 70% de cacau contém a substância por causa do cacau. Delicioso e nutritivo.

Vinho tinto

Proveniente das uvas, a bebida também tem a poderosa substância. Mas é preciso ter moderação.